CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Preconceito social é tema de exposição interativa

Sesc Vila Mariana recebe mostra que reflete sobre racismo, homofobia, desigualdade social, imigração e feminismo negro

Por: Redação
Até
23
de dezembro 2018
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
De terça a sexta, das 7h às 21h30, aos sábados, das 9h às 21h, e aos domingos e feriados, das 9h às 18h30

Em um mundo cada vez mais intolerante, que tal exercitar um pouco a sua empatia? Entre os dias 21 de setembro e 23 de dezembro, o Sesc Vila Mariana recebe a exposição interativa e multimídia “Palavras Cruzadas: Lugares de Fala Contemporâneos”. A ideia é abordar o preconceito social, estimulando reflexões sobre racismo, homofobia, desigualdade social,imigração e feminismo negro.

Doze lideranças que falam sobre preconceito social em exposição interativa com vídeo no Sesc Vila Mariana
Crédito: Divulgação - Exposição Palavras CruzadasMostra no Sesc Vila Mariana sobre preconceito social é um exercício para a empatia

Com entrada gratuita, os visitantes percorrem um espaço circular formado por 12 vídeos ativados por sensores de presença. Cada projeção tem um depoimento que aborda uma questão urgente de visibilidade. A ideia é mostrar que o outro é indispensável em QUALQUER debate.

Para os curadores Daniel Lima, Élida Lima e Felipe Teixeira, as pessoas precisam se enxergar e escutar. Ao evocar o lugar de fala, a exposição sobre preconceito social quer dar voz a quem se sentiu silenciado por muito tempo. É mais um espaço para as minorias reivindicarem seu protagonismo.

Para ampliar o debate sobre temas tão importantes, a curadoria selecionou doze representantes de variadas vertentes sociais: David Karai fala sobre o Movimento Indígena, TC Silva sobre o Movimento Quilombola, Carmen Silva sobre o Movimento Sem Teto, Débora Silva sobre o Mães de Maio, Dexter sobre pessoas em situação prisional, Lourdes Barreto sobre o Movimento das Prostitutas, Amara Moira sobre o Movimento Trans, Edinho Santos sobre o Cultura Surda, Marcela Jesus sobre o Movimento Secundarista, Juliana Borges sobre o Feminismo Negro, Jéssica Tauane sobre Movimento LGBTs e Shambuyi Wetu sobre Imigrantes.

A partir de outubro o Sesc apresenta uma programação integrada sobre preconceito social com oficinas, bate-papos e cursos. A unidade entende a arte como ferramenta de transformação atuante nas causas sociais.

1
5 blocos incríveis para curtir o Carnaval de rua no Rio
Carnaval está aí e é chegada a hora da gente decidir quais blocos nós vamos arrasar as nossas fantasias, confetes, …
2
5 blocos incríveis para curtir o carnaval de rua de SP
O Carnaval está aí! É chegada a hora de escolher os blocos para arrasar na passarela das ruas, ostentando fantasias, …
3
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
4
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
5
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
6
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não?Colaí …
7
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada!Colaí que eu tenho as …
8
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …