Professora de direito conta em blog como virou prostituta de luxo em Brasília

Por: Redação

A advogada Cláudia de Marchi, 34, tomou uma decisão profissionalmente ousada — e polêmica. Jogou para o alto a carreira para virar prostituta de luxo. Ela é acompanhante de luxo em Brasília. Tudo começou em abril de 2015, quando Cláudia foi do cargo de professora de direito.

Como acompanhante, ela usa o nome Simone Steffani. Em um blog na internet, ela revela detalhes, sem medo da exposição. Com graduação e especialização, Cláudia acredita que, financeiramente, foi uma boa troca: chega a receber R$ 500 por hora.

Garante que é seletiva. Nas redes sociais, ela exibe fotos de biquíni e usando roupas minúsculas. “Faço também por gostar”, confessou a mulher, que agora não pensa tão cedo em mudar de carreira.

Confira trechos do blog:

“Terminei jantando e tomando um vinho com o pretenso cliente/amigo ontem no Feitiço Mineiro, acabamos acertando o cache de uma hora e viemos para meu apartamento. Ele é um quarentão solteiro, bonito, charmoso, inteligente, excelente pegada, dedos, língua, pênis e atitude!

Bebemos, porém mais vinho aqui em casa, o sexo foi devasso e afetuoso ao mesmo tempo, mas a ressaca e o sono imperaram hoje!

Dormi até tarde, demorei a responder muita gente. Infelizmente meu cliente cativo não pode vir, uma pena, ele alegra minhas sextas-feiras com seu humor e inteligência!

De toda forma, tive uma indisposição gástrica provavelmente pelo excesso de vinho e não trabalhei, apenas caminhei pelo bairro atrás de casas, fui à farmácia, reabasteci o estoque de preservativos escolhendo os que deixam o membro protegido, porém mais sensíveis.

Sou fã de farmácias! Risos… Adoro os produtos. Prevenid,a já comprei um gel pós sol e o bepantol derma que sempre uso, mas havia acabado. Lábios hidratados são essenciais!

Agora estou preocupada! Meu gatinho Pequeno Bolota está pesando 5,5 Kg. Precisa emagrecer meio quilo até quarta, dia que mamãe e minha tia chegarão aqui. Ai, meu Senhor!

Bem, meus caros, volto ao meu dolce far niente!”

Publicação feita por Cláudia:

Compartilhe:

1
Ópera do Arame: símbolo emblemático de Curitiba
Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, está a Ópera do Arame. Colaí que eu vou te contar porque …
2
Cisne Branco: Espaço cultural flutuante em Porto Alegre
Verdadeiro ícone de Porto Alegre, o barco Cisne Branco é referência quando se fala de rolê flutuante! Colaí pra navegar nessas …
3
As obras de Niemeyer espalhadas por BH
Você sabia que há várias obras de Niemeyer espalhadas por BH? Colaí que eu vou mostrar pra você!
4
Poço da Panela: um roteiro imperdível e relax no Recife
Pensando em roteiros diferentes e alternativos para curtir o Recife? Que tal conhecer o histórico bairro do Poço da Panela? …
5
O melhor acarajé de BH é na Feira Hippie
A Feira Hippie é a maior feira da América Latina! Lá você encontra de tudo, inclusive, o melhor acarajé de …
6
Um pulo na ponta do Humaitá e no Forte de Monte Serrat, em Salvador
Um dos lugares mais charmosos de Salvador, com privilegiada vista da Baía de Todos os Santos e um pôr de …
7
Teatro Oficina Uzyna Uzona: patrimônio vivo em SP
Que tal conhecer o grupo de teatro mais antigo e em atividade do Brasil? Sessentona, a Companhia Teatro Oficina Uzyna Uzona …
8
Confeitaria Colombo: gastronomia certa no Rio de Janeiro
Um combo perfeito de arquitetura, decoração e gastronomia, tem um nome: Confeitaria Colombo. Colaí que vamos te mostrar este rolé inesquecível!