Aniversário do Rio: 9 rolés para comemorar os 455 anos da cidade

Tem drinks e pratos especiais homenageando o município, diversos passeios históricos e o encerramento do Carnaval!

Por: Redação

O Rio de Janeiro está fazendo aniversário! No dia 1º de março, a Cidade Maravilhosa completa 455 anos 🎂. E se você quiser comemorar essa data, se liga nas dicas que a Catraca Livre separou.

Tudo começou em 1565, quando Estácio de Sá fundou a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. E se ainda tem gente que confunde, pega a visão: 20 de janeiro é feriado de São Sebastião, o aniversário da cidade é mesmo no dia 1º de março. Tudo bem que até 1956 todo mundo comemorava a fundação da capital fluminense no dia 20 de janeiro, mas isso são outros carnavais.

Fato é que o Rio é uma unanimidade entre os brasileiros, tem gente que até fala mal, mas ninguém nega as belezas da cidade. Tem até cordel homenageando os 455 anos do município. O cordelista e historiador Ivaldo Batista escreveu:

“Deixo a minha saudação
Rio te amo demais
Gostei muito dessas terras
De Vinícius de Moraes
Dessa terra encantada
Não esquecerei jamais.
Que Deus te traga a paz
Progresso e união
Deus já te abençoou
És o mais lindo torrão
Eu não nasci carioca
Mas já sou de coração.”

Anote nossas dicas e comemore junto com o Rio <3

ROTEIRO GASTRONÔMICO

O aniversário é da cidade, mas são os cariocas que ganham presentes. Vários bares e restaurantes bolam pratos, drinks e cardápios com nomes que remetem a vida no Rio. Nós separamos algumas dessas maravilhas para você já começar a salivar. Veja a lista completa dos estabelecimentos.

  • Azumi

Azumi, aniversário do Rio
Crédito: DivulgaçãoFurai Teishoku, prato preparado especialmente para o aniversário do RJ

O Azumi, restaurante japonês tradicionalíssimo, preparou uma versão especial do carro chefe da casa; teishoku. É o Furai Teishoku (R$ 55) de camarão e vegetais à milanesa como prato principal e dashimaki tamago, goma ae, tekka nasu, cozido do dia, arroz e misoshiru como acompanhamentos. O Azumi fica na Rua Ministro Viveiros de Castro, 127, em Copacabana.

  • Elias Gourmet Bar
Elias Gourmet Bar
Crédito: Luca Vila NovaDrink Rio servido no Elias Goumert Bar

O Elias Gourmet Bar preparou um drink especialmente para marcar os 455 anos do Rio, cidade que acolheu o empresário Elias há 26 anos. Batizado de Rio (R$ 29), o drink leva um mix cítrico, slice de limão e espuma de ervas. O Elias Gourmet Bar fica na Rua Aníbal de Mendonça, 31, em Ipanema.

ROTEIRO HISTÓRICO

Fortaleza de São João
Crédito: Halley Pacheco de Oliveira / Wiki Media CommonsConheça a história do Rio de Janeiro na Fortaleza de São João. Irado, não?

A Fortaleza de São João, muralha erguida no século 16, atrai turistas não só pelo valor histórico do local, mas pela bela vista da baía. Situada no Morro Cara de Cão, que fica ao lado do Pão de Açúcar e do Morro da Urca. Foi ali onde foram feitos os primeiros assentos da Cidade do Rio de Janeiro em 1565.

O Morro e suas matas estão dentro de uma área de preservação ambiental, que engloba ainda as construções e sítios históricos da Fortaleza, Reduto São Teodósio, Forte São José, o Museu da Fortaleza e o Centro de Capacitação Física do Exército. Aqui na Catraca, nós já demos a letra sobre o passeio na Fortaleza São João.

A visitação é guiada, gratuita e acontece de terça a domingo, às 9h e às 13h30. Mas é preciso agendar pelo telefone (21) 2586-2291.

  • Tour Conheça a História do Rio de Janeiro
Aterro do Flamengo
Crédito: Alicia Nijdam / Creative CommonsAterro do Flamengo vista aérea

Este é o passeio dos amantes de história e curiosos de plantão. O tour se propõe a descortinar a história da fundação do Rio. Caminhando da Glória até o Monumento a Estácio de Sá, conhecendo várias situações que marcaram a história do Rio. A região do Aterro do Flamengo é onde aconteceram eventos importantes para a fundação da cidade. E também é um local que sofreu diversas transformações nas últimas décadas.

O que esperar? Muitas curiosidades sobre a cidade. Esqueça as aulas maçantes de História na escola. Você vai descobrir quem é Estácio de Sá, por que o Rio de Janeiro tem nome de santo, quem eram os indígenas que habitavam o litoral carioca e seu chefe, o que quer dizer a palavra ‘carioca’ e muitas outras curiosidades.

O tour começa às 14h na Praça Luís De Camões, em frente à estátua de São Sebastião. O valor é de R$ 20 e é necessário fazer reserva pelo site.

  • Cosme Velho e Casa Roberto Marinho
casa Roberto Marinho, aniversário do Rio
Crédito: Jorge MenezesCasa Roberto Marinho é um dos tesouros do Cosme Velho

Que tal passar o dia 1º de março conhecendo o Cosme Velho? O tour criado pela guia turística Karen Eline convida todos a desbravar um dos bairros mais antigos do Rio. O passeio passa pela Paróquia São Judas Tadeu, a Bica da Rainha, a Estação do Trem do Corcovado, o Largo do Boticário e a Casa Roberto Marinho (opcional), que possui uma importante coleção de arte brasileira e jardins de Burle Marx.

Cosme Velho, na encosta do morro do Corcovado, é considerado um dos um dos bairros mais elegantes do Rio. Seu nome vem do comerciante português, Cosme Velho Pereira, que habitava a parte mais alta do vale do Carioca no séc. 16. O bairro já recebeu moradores como Roberto Marinho, Manuel Bandeira e Euclides da Cunha.

O tour é gratuito, há apenas uma contribuição voluntária ao final do passeio. O ingresso para entrar na Casa Roberto Marinho tem o valor de R$ 5 (meia-entrada). Não precisa fazer reserva e o ponto de encontro é às 9h45, em frente à Igreja São Judas Tadeu, Cosme Velho. Veja mais informações aqui.

  • Visite a Ilha Fiscal – Visita Mediada
fachada da ilha fiscal no rio
Crédito: DivulgaçãoDécadas se passaram e o castelinho, como é chamado por muitos, que testemunhou tantos fatos históricos, é hoje uma das principais atrações turísticas do Rio de Janeiro

A pequena ilha situada na Baía de Guanabara foi o cenário de um dos últimos momentos da monarquia no Brasil: “O Último Baile do Império”, realizado alguns dias antes da Proclamação da República. Guias especializados acompanham os grupos de visita, mostrando os salões, o torreão e as exposições permanentes do espaço.

A Marinha Brasileira é responsável por manter a Ilha, que hoje é parte do Complexo Cultural do Serviço de Documentação da Marinha (DPHDM). Veja mais informações sobre a Ilha Fiscal aqui.

A visita mediada custa R$ 20 e o valor do ingresso da Ilha Fiscal é a partir de R$ 18 (meia-entrada). O ponto de encontro é o Centro Cultural da Marinha, às 10h30. É necessário realizar reserva pelo site.

  • Centro Cultural Banco do Brasil
CCBB RJ
Crédito: @ccbb.rj / FacebookSaguão do prédio histórico que abriga o CCBB RJ

O CCBB preparou um passeio especial para a celebração dos 455 anos do Rio. O Centro Cultural vai te levar para um tour no centro histórico da cidade. Guias apresentarão os aspectos históricos da região da Praça XV, Rua Primeiro de Março, Arco do Teles, Paço Imperial, Palácio Tiradentes, CCBB, entre outros símbolos da história da cidade na região central.

O tour ocorre nos dias 29 de janeiro e 1 de março em dois horários: às 10h30 e às 16h. Os ingressos são limitados e podem ser retirados na bilheteria do Centro Cultural Banco do Brasil – RJ. Na Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.

ROTEIRO CULTURAL

  • Aterro Cultural
Aterro Cultural
Crédito: @AterroCultural/ FacebookOficinas artísticas são oferecidas no Aterro do Flamengo

Não sabe muito bem o que fazer com as crianças no domingo? A solução chegou, o pessoal do Aterro Cultural preparou diversas atividades para os pequenos. Logo atrás do MAM, em pleno Aterro do Flamengo, uma equipe de oficineiros está pronta para gastar a energia das crianças com tecidos, malabares, teatro e fotografia.

O evento é gratuito e começa a partir das 13h. Mais informações no link do evento.

  • Carnaval

Quem disse que acabou? Se você é daqueles que prefere comemorar o aniversário do Rio de Janeiro se despedindo do Carnaval o que não falta são blocos para você cair na folia. O tradicional Monobloco faz a despedida do Carnaval 2020 com cortejo na Rua Primeiro de Março, logo de manhã.

A lista completa você encontra na programação dos Blocos de Rua.

Gostou das dicas? Você ainda pode aproveitar para assistir algum espetáculo teatral baratinho no Rio.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.