Drosophyla Bar tem intensa programação de shows em julho

De show a cinema: programação baratíssima em cartaz no CCSP

Foto de um showzão do grupo Nômade Orquestra no CCSP
Até
30
de novembro 2018
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Diversos horários

site: www.centrocultural.sp.gov.br

telefone: (11) 3397-4002

email: ccsp@prefeitura.sp.gov.br

facebook: www.facebook.com

Centro Cultural

Para chegar de metrô, basta descer na Estação Vergueiro, Linha 1-Azul

Nascido no ano de 1982, o Centro Cultural São Paulo, conhecido como CCSP, é um dos primeiros equipamentos culturais multidisciplinares do Brasil. Aberto ao público, o local promove diversos eventos gratuitos ou a preços mega acessíveis, além de disponibilizar espaços para uso livre de seus frequentadores, que aproveitam o equipamento para fazer aulas de dança, desenho e muito mais!

A fim de facilitar sua vida em São Paulo, listamos aqui, agora, os destaques da programação de novembro no CCSP, com direito à peças teatro, cinema, música e exposição.

 Nômade Orquestra no CCSP
Crédito: Pedro MargheritoFoto de um showzão do grupo Nômade Orquestra no CCSP

Informações sobre os eventos foram retiradas do site oficial do Centro Cultural São Paulo.

Confira: 

  • Cinema

8º Cinefantasy – Festival Internacional de Cinema Fantástico
6 a 11 de novembro | Diversos horários

A mostra exibe filmes dirigidos exclusivamente por mulheres e filmes fantásticos espanhóis, além das tradicionais mostras competitivas de cineastas brasileiros, ficção científica, fantasia, horror, animação, diretores amadores e estudantes.

Mais informações aqui:  www.cinefantasy.com.br

  • Espetáculo

Navalha na carne negra
Até 11 de novembro | Sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 20h
60min – livre – Sala Jardel Filho (321 lugares)
Entrada a R$ 20 (inteira)

Peça de teatro 'Navalha na Carne'
Crédito: Igor Marotti - Divulgação‘Navalha na Carne’, peça escrita por Plínio Marcos, mostra a convivência nada fácil entre um gigolô, uma prostituta e um faxineiro homossexual

O roubo do dinheiro deixado pela prostituta Neusa Sueli para seu cafetão Vado é o disparador dos confrontos que emergem da cena. Em Navalha na carne negra, as figuras em jogo são figuras em luta, corpos negros ressurgentes.

direção geral e dispositivo cênico: José Fernando Peixoto de Azevedo – atores: Lucelia Sergio, Raphael Garcia e Rodrigo dos Santos – vídeo: Isabel Praxedes e Flavio Moraes

  • Exposição

Na rota da Missão: 80 anos da Missão de Pesquisas Folclóricas de Mário de Andrade
22 de setembro a 9 de dezembro | Terça a sexta, das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Livre – Sala Tarsila do Amaral
Entrada GRÁTIS

Exposição comemorativa dos 80 anos da Missão de Pesquisas Folclóricas de Mário de Andrade.

Em 1938, à frente do Departamento de Cultura de São Paulo, Mário de Andrade idealizou e organizou uma expedição pelo Norte e Nordeste do País com o objetivo de investigar e documentar aspectos formadores de uma possível identidade nacional. Uma equipe de pesquisadores, integrada por Luís Saia, Martin Braunwieser, Benedicto Pacheco e Antônio Ladeira, registrou as manifestações populares em cidades de Pernambuco, Paraíba, Ceará, Piauí, Maranhão e Pará. Na bagagem trouxeram instrumentos musicais, objetos de culto, anotações de campo, registros musicais, fílmicos e fotográficos que constituem a coleção da Missão de Pesquisas do Acervo Histórico da Discoteca Oneyda Alvarenga do Centro Cultural São Paulo.

A exposição ”Na rota da Missão – 80 anos da Missão de Pesquisas Folclóricas de Mário de Andrade” é organizada de maneira topológica seguindo a ordem do percurso da expedição, passando por Pernambuco, Paraíba, Ceará, Piauí, Maranhão e Pará, apresentando algumas expressões populares registradas em 1938, como os rituais de Xangô e a dança dos Pankararu, em Pernambuco; o coco e os Reis do Congo, na Paraíba; Tambor de Mina e Tambor de Crioula, no Maranhão; Bumba-meu-boi, no Pará; e outros.

Curadora: Maria Adelaide Pontes – curador-consultor: Alberto Ikeda

Porta de banheiro
29 de novembro a 16 de dezembro | Terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Praça das Bibliotecas e portas de banheiro do CCSP
Entrada GRÁTIS

Porta de banheiro público também é lugar de comunicação. Quem não fica retido ali nos grafitos de banheiro? Inspirada nessa comunicação intimista a exposição se propõe a apresentar escrituras visuais para além do imaginário de portas de banheiro. Esta mostra coletiva expõe de modo duplicado trabalhos dos artistas Adalgisa Campos, Alexandre Alves, Ana Santos, Danielle Fonseca, Evandro Prado, Genilson Soares, Gsé Silva, Helô Sanvoy, Icaro Lira, Maria Vaz Valente, Moisés Patrício e Walter Silveira, entre outros. Esta exposição integra o evento especial Centrífuga.

Curadoria: Maria Adelaide Pontes

  • Música

Rodrigo Campos
1 de novembro | Quinta, às 21h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa (622 lugares)
R$ 20 (inteira)

Um dos principais nomes do novo samba paulista, Rodrigo Campos lança seu quarto álbum, ”9 Sambas”, depois de outros discos aclamados pela crítica especializada. Parceiro de novos e velhos nomes da música brasileira – de Elza Soares a Rômulo Fróes, de Gui Amabis ao Metá Metá -, ele fez um disco dedicado ao gênero que lhe revelou como músico e compositor.

Betina
2 de novembro | Sexta, às 21h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa (622 lugares)
Grátis

A cantora curitibana Betina lança seu segundo álbum de estúdio, ”Hotel Vülcania”. Produzido em parceria com o músico Diogo Valentino, o disco apresenta novas direções estéticas e sonoras para o trabalho da cantora. O show contará com a presença de Tatá Aeroplano.

Cacá Machado
3 de novembro | Sábado, às 19h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa
Grátis

O cantor e compositor paulista lança seu novo disco, Sibilina, e convida para participar desta apresentação a compositora e percussionista Alessandra Leão, além de outros convidados.

Tradição Improvisada
4 de novembro | Domingo, às 21h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa (622 lugares)
R$ 20 (inteira)

Seu Nelson da Rabeca, Thomas Rohrer, Dona Benedita e Panda Gianfratti apresentam o espetáculo que reúne a pureza crua da música nordestina ao improviso livre da música contemporânea.

Paulo Francisco Paes
29 de novembro | Quinta, às 19h
90min – livre – Sala Jardel Filho
Grátis

O pianista carioca apresenta um recital em que mostra composições próprias ao lado de clássicos da música erudita.

Rincon Sapiência
29 e 30 de novembro | Quinta e sexta, às 21h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa (622 lugares)
R$ 25 (inteira)

O aclamado rapper apresenta seu disco mais recente, o aclamado Galanga Livre, em que revela a sua maturidade poética e musical em dez faixas que expressam o crescente empoderamento dos negros no Brasil.

Festival Música Estranha apresenta The International Nothing
30 de novembro | Sexta, às 19h
90min – livre – Sala Jardel Filho
Grátis

The International Nothing é um duo de clarinetes baseado em Berlim, formado pelos alemães Michael Thieke e Kai Fagaschinski no ano 2000. O duo trabalha com conceitos de psico-acústica, onde coletivamente compõem suas obras sobrepondo múltiplas camadas usando técnicas expandidas como parte fundamental da linguagem musical.


Casa da Luz: o espaço cultural mais descolado do centrão

Compartilhe:

Autor: Por: Redação