CCSP recebe shows, espetáculos e sessões de cinema no precinho

Foto de um showzão do grupo Nômade Orquestra no CCSP
Até
31
de maio 2019
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Diversos horários - confira tudo abaixo!

site: www.centrocultural.sp.gov.br

telefone: (11) 3397-4002

email: ccsp@prefeitura.sp.gov.br

facebook: www.facebook.com

Centro Cultural

Por: Redação | Comunicar erro

Para chegar de metrô, basta descer na Estação Vergueiro, Linha 1-Azul

Nascido no ano de 1982, o Centro Cultural São Paulo, conhecido como CCSP, é um dos primeiros equipamentos culturais multidisciplinares do Brasil. Aberto ao público, o local promove diversos eventos gratuitos ou a preços mega acessíveis, além de disponibilizar espaços para uso livre de seus frequentadores, que aproveitam o equipamento para fazer aulas de dança, desenho e muito mais!

A fim de facilitar sua vida seu rolê na capital, listamos aqui, agora, os destaques da programação de maio, com direito à peças teatro, cinema, música e exposições.

 Nômade Orquestra no CCSP
Crédito: Pedro MargheritoFoto de um showzão do grupo Nômade Orquestra no CCSP

Confira: 

  • Cinema

Céline e as Garotas
8 a 16 de maio
Sala Lima Barreto (99 lugares)
R$ 2

Céline Sciamma é uma jovem diretora francesa com poucos filmes no currículo, ainda que impressionantes. Seus filmes falam sobre adolescências explosivas num meio de regras e atitudes conservadoras. Céline faz parte de uma nova conjunção de diretoras emergentes, que encontram ressonâncias uma no trabalho da outra, e que demarcam seu espaço de direito sem ser panfletárias, “fazendo filme com mulheres, e não sobre mulheres”, como disse Céline em uma entrevista recente.

A mostra Céline e As Garotas traz uma breve retrospectiva dos filmes da diretora Céline Sciamma, além de uma seleção de filmes dirigidos por novas diretoras emergentes que decidiram ocupar o seu espaço sem a permissão da gangue dos garotos do cinema.

Virada Tarantino
17 a 19 de maio
Sala Lima Barreto (99 lugares)
Grátis

Pulp Fiction – Tempo de Violência (154 minutos), de Quentin Tarantino
Pulp Fiction – Tempo de Violência (154 minutos), de Quentin Tarantino

Com um novo filme na esquina, o diretor Quentin Tarantino provavelmente volta aos holofotes dos grandes festivais do primeiro semestre de 2019. Com este gancho, o Centro Cultural São Paulo, a Spcine e a Virada Cultural trazem uma maratona de seus filmes, incluindo a versão integral de Kill Bill em 35mm.

Virada Megalobox
18 e 19 de maio
Sala Paulo Emilio Salles Gomes (99 lugares)
Grátis

MEGALOBOX, de Yo Moriyama, é a nova animação japonesa sensação do momento e já está sendo considerada a Cowboy Bebop da geração millennials.

Em um futuro distópico, Junk Dog é um lutador de boxe que participa de lutas arranjadas em ringues clandestinos de MEGALOBOX, esporte popular onde os competidores utilizam um exoesqueleto chamado Gear. Um dia, o atual campeão cruza o caminho de JD e eles se envolvem em uma disputa. JD parte numa jornada para derrotar o `rei dos reis´ e sonha com a vitória no MEGALONIA, maior campeonato mundial MEGALOBOX. A animação tem 13 episódios e será exibida durante toda a Virada Cultural em maratona.

Deuses e Monstros do Japão
19 de maio
Espaço Cênico Ademar Guerra – Porão (aproximadamente 100 lugares)
Grátis

O Cine Phenomena é um projeto mensal especializado em exibições de filmes de fantasia, horror e ficção. Desta vez, para a Virada Cultural, o projeto assume sua vocação mais underground e se instala no sensacional porão do CCSP, munido de um programa com mais de 20 horas do mais estranho e formidável cinema nipônico. Freaks: preparem seus metabolismos e sejam muito bem-vindos a essa programação de deuses e monstros do Japão. Ippon!

  • Teatro

Tico-tico
Até 12 de maio | sábados e domingos, às 16h
50min – 5 anos – Sala Jardel Filho (321 lugares)
R$ 20

Espetáculo de teatro de bonecos para crianças inspirado na música Tico-tico no fubá, de Zequinha de Abreu. Conta a história da costureira Aurora, que adora ouvir músicas no rádio enquanto trabalha, principalmente as de Carmem Miranda. No dia em que precisa entregar algumas encomendas, sua atenção é dividida entre o rádio matreiro com suas músicas e programação envolvente, e a lembrança do pássaro tico-tico, que povoou sua infância e agora volta para distraí-la.

Direção: Edson Gon – dramaturgia: Cia. das Cores – elenco: Alaissa Rodrigues, Artur Reis e Natália Kesper – direção e criação vocal: Gustavo Budemberg

Chá e Catástrofe
5 de abril a 12 de maio | sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 20h
50min – 14 anos – Sala Jardel Filho
R$ 20

Uma mulher mais velha revela seu segredo, que envolve o marido e uma faca de cozinha, outra desfia suas inúmeras razões para ter medo de gatos e outra mostra o bloqueio da depressão: o impacto disso sobre outras mulheres mais velhas, suas filhas e netas pode ser transformador. Apesar da ameaça apocalíptica, naquele quintalzinho bucólico, elas desafiam com humor a escuridão do mundo lá fora. É um espetáculo extremamente atual, da autora inglesa Caryl Churchill, de 79 anos, cuja dramaturgia lida com temas feministas e abusos de poder, além do vazio de sentido no mundo contemporâneo.

Direção: Regina Galdino – elenco: Clarisse Abujamra, Chris Couto, Agnes Zuliani e Selma Egrei

Oniri Ubuntu
Até 29 de maio | terças e quartas, às 20h
60min – 12 anos – Sala Adoniran Barbosa
R$ 20

Omama é uma pele de terra ao Sul do Equador, habitada pelos Mundurobás. Em Omama, a terra, o ar, a água e o fogo são seres que têm coração e respiram. Os ancestrais deste lugar também estão vivos e falam por meio das Oniris, as pedras da memória em Omama. Um submarino chega ao local e, diante dessa invasão, Mundurobás resistem.

Grupo: Bando Jaçanã – Direção: Antonia de Matos – Dramaturgia: Nathalia Catharina – Músicas compostas: Antonia de Matos- elenco: Agatha Costa, Andressa Oliveira, Daniel Huiris, Felipe Sótnas, Henrique Onorato, iara Perri, Karolayne Lucia, Ketyllyn Ximenes, Kauan Cristiano, Marcelo Evangelista, Monique Bardot, Pedro Emanuel, Ruby Máximo, Sarah da Cruz, Stephany Oliveira e Thiago Marchetto.

Virada Cena Trans
18 de maio | Sábado, às 21h
50min – 14 anos – Espaço Cênico Ademar Guerra
Grátis

Crédito: Site oficial - CCSP“Cena Trans”

Artistas trans de destaque nas diversas artes do corpo em cena apresentam um espetáculo que transita entre música, performance, teatro e audiovisual. Quebrando os estereótipos dominantes sobre a vida de pessoas transgêneras, as intervenções cênicas de cada atuante são costuradas com vídeos que documentam a pulsante cena trans dos últimos anos em São Paulo. Misturando o fazer artístico com a reflexão política, o espetáculo tem um clima festivo, com provocação e resgate da memória invisibilizada.

Direção e dramaturgia: Ave Terrena – elenco: Aretha Sadick, Leona Jhovs, N.A.C., PamkaPauli e Uma Pessoa – luz: Fly Hirano Martins – vídeo: Nu abe – video mapping e operação: Luciana Ramin – direção de arte: Rogerio Romualdo Pinto – produtora: Bia Fonseca

Ogroleto
25 de maio a 16 de junho | Sábados e domingos, às 16h
50min – 7 anos  – Sala Jardel Filho
R$ 20

Uma criança descobre que não é igual às outras e tem que aprender a aceitar e a lidar com essa diferença, com a dificuldade de adaptação, o sentimento de inadequação e a frustração que envolve essa descoberta. Após um intercâmbio do Grupo Pavilhão da Magnólia com o diretor premiado Miguel Velhinho da Cia. Pequod (RJ), chegamos à obra Ogroleto de Suzanne Lebeau que dialoga com questões contemporâneas do mundo das crianças e adultos, possibilitando novas discussões acerca da cultura da infância, sua subjetividade estética e poética.

Com: Grupo Pavilhão da Magnólia (Fortaleza/CE) – texto: Suzanne Lebeau – tradução: Jorge Bastos – direção: Miguel Velhinho – elenco: Nelson Albuquerque, Silvianne Lima e Eliel Carvalho (músico)

  • Música

Labirinto
11 de maio | Sábado, às 19h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

O sexteto instrumental de post-metal apresenta seu terceiro álbum, Divino Afflante Spiritu, que segue o conceito dos dois trabalhos anteriores, Gehenna (2016) e Anatema (2010), e que ganha também projeções visuais ao vivo.

Froid
12 de maio | Domingo, às 18h
Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

Nascido em Belo Horizonte, o rapper cresceu em Brasilia e começou em batalhas de freestyle até começar a ganhar visibilidade com seu disco de estreia, O Pior Disco do Ano, de 2017. Ele traz ao CCSP seu disco mais recente, Teoria do Ciclo da Água, com suas metáforas tão excêntricas como seu timbre vocal.

Arto Lindsay + Rodrigo Coelho
16 de maio | Quinta, às 21h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

Entre canções de seus álbuns solo e uma forma única de revisitar clássicos brasileiros do samba e do soul, o cantor e guitarrista Arto Lindsay se apresenta na mesma noite em que o músico e produtor pernambucano Rodrigo Coelho faz seu tributo ao clássico do maestro Moacir Santos, Coisas2018.

Outros Barato: Rodrigo Brandão + Azymuth (Virada Cultural)
18 de maio | Sábado, às 18h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa
Grátis

O projeto falado de Rodrigo Brandão recebe o mítico trio instrumental Azymuth para uma apresentação única, que conta também com participações de Rodrigo Carneiro, Guilherme Granado, entre outros convidados.

Quartabê + Luiza Lian + Alessandra Leão + Ava Rocha (Virada Cultural)
19 de maio | Domingo, às 00h
90 min – livre – Sala Adoniran Barbosa
Grátis

Algumas das principais autoras da música brasileira contemporânea se apresentam na madrugada do sábado para o domingo na Virada Cultural do CCSP, começando com apresentações solo – o grupo Quartabê (com Maria Beraldo) mostra seu “Lição #2: Dorival”, Luiza Lian apresenta seu “Azul Moderno”, Alessandra Leão traz seu “Língua” e Ava Rocha vem com seu “Trança” – para culminar com uma apresentação coletiva, conceituada e dirigida pelo curador de Música do Centro Cultural São Paulo, Alexandre Matias, ao lado de Ava e Alessandra.

Belgrado (Espanha) + Duplo
23 de maio | Quinta, às 21h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

Um dos principais expoentes da atual cena pós-punk, o grupo formado em Barcelona conta com uma formação internacional: a vocalista é polonesa, o baixista é inglês e o guitarrista e o baterista são venezuelanos.

O grupo incorpora dub e psicodelia na sonoridade clássica do gênero, criando um som único. A abertura da noite fica por conta da banda paulistana Duplo.

Höröyá
24 de maio | Sexta, às 19h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa
Grátis

O cultuado Höröyá realiza o show de lançamento de seu terceiro disco, “Pan Bras’Afree’Ke Vol.2”. É uma pesquisa profunda de ritmos e linguagens afro-brasileiras que respira groove, samba, candomblé, afrobeat, funk e jazz – gravado entre São Paulo (Brasil), Bamako (Mali) e Bobo-Dioulasso (Burkina Faso), traçando um panorama da musicalidade das matrizes africanas e da diáspora negra.

Mental Abstrato 
25 de maio | Sábado, às 19h
90min – livre – Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

O trio Mental Abstrato recebe Kamau e Stefanie MC na celebração da união do jazz com o rap, que conta ainda com um tempero brasileiro todo especial, criando novos ambientes sonoros.

Lara Aufranc + Nã
26 de maio | Domingo, às 18h
livre – Sala Adoniran Barbosa
Grátis

Show de lançamento do segundo disco da cantora paulistana Lara Aufranc, “Eu Você Um Nó”, produzido por Rômulo Fróes. O show tem abertura da banda Nã e participação da cantora mineira Júlia Branco.


Compartilhe:

Tags: #Agenda São Paulo #Atividades Culturais #Barato #CCSP #Facilite sua vida #programação cultural #vergueiro
Autor: Por: Redação
1 / 8
1
04:26
O melhor do fim de semana em SP: 27 e 28 de abril
Oi, pessoal! Vim aqui só com boas notícias! Tenho dicas maravilhosas para você curtir seu final de semana em São …
2
01:26
Sandy & Júnior: já comprou o seu ingresso?
Sandy & Júnior estarão juntos no palco mais uma vez. A dupla queridinha da década de 90 vai fazer uma turnê …
3
02:32
Casa de Pedra é o lugar para você praticar escalada em SP
São Paulo é um grande mar de opções para quem quer se divertir, inclusive praticando esportes radicais sem precisar sair …
4
01:43
Carburadores, o paraíso da carne defumada em SP
O Carburadores é aquele típico restaurante sem mimimi, com ambiente rock´n roll, menu enxuto de sanduíches, entradas e pratos principais …
5
02:59
Exposição Mickey 90 Anos
Oh boy! Há 90 anos nascia o personagem mais famoso do mundo: Mickey! E para celebrar seu nonagésimo aniversário, São Paulo …
6
02:03
Conheça a Chácara Turma da Mônica
A Chácara Turma da Mônica, em Pinheiros, é o primeiro restaurante da turminha do Maurício de Sousa. O lugar …
7
02:16
Já imaginou fazer rapel no prédio mais icônico do centro de SP?
Já imaginou fazer rapel em um dos prédios mais icônicos e altos do centro de São Paulo? Foi exatamente isso …
8
02:26
Conheça o tobogã de capsula mais alto do mundo
Já imaginou despencar a mais de 100 km/h, simulando uma queda livre a 40 metros de altura? É justamente essa …