De show a cinema: confira programação baratíssima em cartaz no CCSP

Foto de um showzão do grupo Nômade Orquestra no CCSP
Até
28
de julho 2019
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Diversos horários - confira tudo abaixo!

site: www.centrocultural.sp.gov.br

telefone: (11) 3397-4002

email: ccsp@prefeitura.sp.gov.br

facebook: www.facebook.com

Centro Cultural

Por: Redação | Comunicar erro

Para chegar no CCSP de Metrô, basta descer na Estação Vergueiro, Linha 1-Azul

Nascido no ano de 1982, o Centro Cultural São Paulo, conhecido como CCSP, é um dos primeiros equipamentos culturais multidisciplinares do Brasil. Aberto ao público, o local promove diversos eventos gratuitos ou a preços mega acessíveis, além de disponibilizar espaços para uso livre de seus frequentadores, que aproveitam para fazer aulas de dança, desenho e muito mais!

A fim de facilitar seu rolê, listamos aqui, agora, os destaques da programação de julho, com direito à peças teatro, cinema, música e dança…Chega mais:

 Nômade Orquestra no CCSP
Crédito: Pedro MargheritoFoto de um showzão do grupo Nômade Orquestra no CCSP

OS MELHORES LUGARES PARA IR DE BIKE EM SÃO PAULO

  • Cinema

Pop Cinema, Ficções / Fricções da Adolescência
16 a 27 de julho
Sala Lima Barreto (99 lugares)
Grátis

Em parceria com a Flipop – Festival de Literatura Pop, o CCSP apresenta a mostra Pop Cinema, Ficções / Fricções da Adolescência, uma seleção de filmes para e sobre o adolescente, e uma série de três mesas organizadas pela Flipop, com escritores discutindo os temas: sexualidade, educação emocional e consciência negra na juventude.

O cinema adolescente sempre esteve à frente na abordagem de temas polêmicos para o grande público, isso porque, historicamente, o gênero adolescente, o chamado teenpic, surgido na década de 1950 com a crescente população jovem do pós-guerra, definiu-se graças a uma profunda sintonia com as questões de cada geração de jovens.

Uma Tarde com James Baldwin
20 de julho
Sala Lima Barreto (99 lugares)
Grátis

James-Baldwin
Crédito: DivulgaçãoJames Baldwin

Uma tarde dedicada ao escritor norte-americano James Baldwin, com exibição de dois filmes inspirados em sua obra – Eu Não Sou Seu Negro e Se a rua Beale Falasse – e uma mesa de debate sobre a atualidade do autor, composta por Márcio Macêdo, Carol Rodrigues, Alex Ratts e Allan da Rosa.

Nascido em 1924, Baldwin é um dos mais importantes nomes da literatura do século XX e do movimento de direitos civis nos EUA. Seus romances e ensaios abordam especialmente questões raciais, de sexualidade e identidade. Esta mostra é uma parceria entre as Curadorias de Cinema e Literatura do CCSP.

Mostra Peripatumen! O Que as Crianças Pensam
26 a 28 de julho
Sala Lima Barreto (99 lugares)
Grátis

O projeto da Ação Cultural do CCSP Peripatumen! O Que as Crianças Pensam retorna em julho. Nesta edição, além de uma conversa filosófica construída coletivamente pelas crianças, destacando o conceito de política com Marcelo Soler, doutor em Artes Cênicas pela ECA/USP, haverá a mostra de cinema com a exibição do filme Ernest & Celestine. Esta mostra é uma parceria entre a Curadoria de Cinema e a Ação Cultural do CCSP.

Ernest & Celestine
O filme apresenta uma sociedade tradicional dos ursos em que a amizade entre estes animais e os ratos não é algo bem visto. Ernest é um grande urso, palhaço e músico, que vai acolher em sua casa a ratinha Célestine, uma orfã que escapou do mundo subterrâneo dos roedores. Com muita amizade, os dois vão encontrar uma vida confortável, mudando, para sempre, as normas desse mundo.

  • Teatro

Stabat Mater
Até 21 de julho | sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 20h
Espaço Cênico Ademar Guerra
R$ 20

Em Stabat Mater, Janaina Leite ensaia uma apresentação sobre a história da Virgem Maria ao longo dos séculos, enquanto tenta dar conta do apagamento da mãe em seu espetáculo anterior, Conversas Com Meu Pai. Dividindo a cena agora com sua mãe, Janaina verticaliza sua investigação sobre o real no teatro, desta vez sob a luz do obsceno.

De Esperança, Suor e Farinha
12 de julho a 11 de agosto | sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 20h
Sala Jardel Filho
R$ 20

Um recorte na vida de cinco personagens brasileiros. Nona, parteira não-binária, luta pela vida em uma comunidade de contradições e preconceitos; Thayanara, garimpeira, vive em um buraco, arrancando o que é negado às mulheres; menina, a sétima filha de uma prostituta, se agarra à fantasia para sobreviver; e Tauan, professor morador de rua, viaja entre delírios heroicos e a perda da referência familiar e humana. O que os une? A farinha, ingrediente presente nos pratos da fome e nos da fartura. A dramaturgia parte do conto em uma fala repleta de linguagem regional, tão múltipla como são os nossos modos próprios de pensar a vida.

  • Dança

Boas Garotas – Dança Menor
25 e 26 de julho | Quinta e sexta, às 21h
70min – 14 anos – Espaço Cênico Ademar Guerra
Grátis

Espetáculo de dança Boas Garotas
Crédito: Divulgação“Boas Garotas”

Boas Garotas investiga relações entre público e trabalho artístico, explorando o erotismo como modo de interrogar e excitar a ligação entre ver e ser visto. Criada a partir de um conjunto de vídeos de parte do Acervo Histórico Videobrasil, a peça remixou conceitos, imagens e sons presentes nessas obras, propondo aproximações entre modos de criação e recepção de um vídeo e de uma performance e questionando possibilidades de como transitar entre uma lógica do olho e uma lógica do toque.

Gênera – Dança Menor
25 e 26 de julho | Quinta e sexta, às 22h15
20min – 16 anos – Espaço Cênico Ademar Guerra
Grátis

Gênera é uma pequena conferência sobre os gêneros gramaticais da língua portuguesa. uma pequena conferência sobre os gêneros sexuais da língua portuguesa.

Ensaios Sobre a Retórica – Dança Menor
27 e 28 de julho | Sábado, às 21h, e domingo, às 20h
30min – 16 anos – Espaço Cênico Ademar Guerra
Grátis

Ensaio Sobre a Retórica é uma coleção de gestos, um inventário de sons, uma lista de imagens que habitam o espaço que existe entre as palavras e as coisas. Quando os significados se grudam nos barulhos? Onde as letras se juntam aos sentidos?

Entre o Que Se Imagina e o Que Se Pode Tocar – Com Palavras no Meio – Dança Menor
27 e 28 de julho | Sábado, às 21h30, e domingo, às 20h30
45min – 12 anos – Espaço Cênico Ademar Guerra
Grátis

Entre o Que Se Imagina e o Que Se Pode Tocar – Com Palavras no Meio – Dança Menor
Crédito: DivulgaçãoEntre o Que Se Imagina e o Que Se Pode Tocar – Com Palavras no Meio – Dança Menor

Entre o Que Se Imagina e o Que Se Pode Tocar – Com Palavras no Meio, novo trabalho do Núcleo de Improvisação, é uma dança que nasce no corpo provocado para desestabilizar seus padrões de comportamento. É a tentativa e procura de “novas estabilidades” que, no entanto, são efêmeras. Pulando de arranjo em arranjo, a dança se dá como um navegar pelo fluxo dos acontecimentos no jogo entre figurino, luz, espaço e público.

  • Música

The Mönic + Violet Soda
13 de julho | Sábado, às 19h
Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

Duas bandas novas despontam na cena underground de São Paulo: a banda The Mönic lança seu novo álbum e consolida-se como uma das principais bandas de garage rock da cidade, enquanto o quarteto Violet Soda, lançando seu EP Tangerine, destila toda sua paixão pelas guitarras e vocais gritados dos anos 1990.

Der Baum + Scarlet Leaves
14 de julho | Domingo, às 18h
Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

Duas bandas que fazem referência aos anos 1980, influenciadas pelo pós-punk e pela new wave. Entre o rock e a música eletrônica, o quarteto Der Baum também busca referências contemporâneas – e antecipa faixas de seu próximo álbum, D.B. 26.04.93. Já o Scarlet Leaves mistura a atmosfera da música eletrônica dançante com climas etéreos e sonoridade entre o synthpop e a darkwave.

Camarones Orquestra Guitarrística + Huey
18 de julho | Quinta, às 21h
Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

A banda instrumental potiguar Camarones Orquestra Guitarrística chega a São Paulo em turnê de divulgação do seu mais novo disco, Surfers, misturando rock com ritmos dançantes da cumbia, rock steady e surf music. Dividindo o palco com os Camarones, o grupo paulistano de metal instrumental contemporâneo Huey, trazendo seu elogiado disco Ma ao vivo.

Jadsa + Gumes
20 de julho | Sábado, às 19h
Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

A baiana Jadsa mistura Itamar Assumpção, Jards Macalé e Gal Costa com Jimi Hendrix, Alabama Shakes e Khruangbin. É uma das grandes revelações de seu Estado e está para lançar seu disco de estreia, Olho de Vidro, mistura de rock, MPB, pop e jazz. Vem acompanhada dos paulistanos do Gumes, que tem referências da nova psicodelia, shoegaze, lo-fi e rock triste.

Monstro Amigo + Applegate
21 de julho | Domingo, às 18h
Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

Com influências de rock psicodélico, progressivo e space rock, o trio paulistano Monstro Amigo lançará um EP que consolida uma nova formação da banda e encerra uma turnê por vários estados com a apresentação em São Paulo. O grupo divide os palcos com a conterrânea Applegate, uma das revelações da cena psicodélica brasileira e que está lançando seu primeiro álbum.

Polara + O Inimigo
25 de julho | Quinta, às 21h
Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

Formada em São Paulo com integrantes de Porto Alegre, Rio de Janeiro e Osasco, o Polara volta aos palcos com uma performance memorável que é a essência do espírito: livre, contraditório, ativo e combativo. Já a banda paulistana O Inimigo tem os pés fincados no hardcore e prepare-se para o lançamento do terceiro disco da banda, Contrariedade.

Ana Frango Elétrico + Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo
27 de julho | Sábado, às 19h
Sala Adoniran Barbosa
R$ 25

A carioca traz composições com um universo poético surrealista, de bossa-pop-rock decadente. Neste show de despedida de seu primeiro álbum, Mormaço Queima, ela toca ao lado da banda pop paulistana Sophia Chablau e do grupo Uma Enorme Perda de Tempo.

Brvnks + Menores Atos
28 de julho | Domingo, às 18h
lSala Adoniran Barbosa
R$ 25

Brvnks é o pseudônimo de Bruna Guimarães, jovem goiana com influências de indie rock, rock alternativo dos anos 1990, garage rock e surf music. Em seu álbum ela equilibra a intensidade das músicas com letras singelas e melancólicas. Já a banda carioca Menores Atos, considerada uma das revelações do rock brasileiro da década, mistura energia e juventude do gênero com a poesia, a simplicidade e sofisticação da música brasileira em seu novo álbum, Lapso.

Preparamos uma lista com locais maravilhosos para descobrir um novo livro ou apenas ler com tranquilidade:

Compartilhe:

Tags: #Agenda São Paulo #Atividades Culturais #Barato #CCSP #Facilite sua vida #vergueiro
Autor: Por: Redação
1 / 8
1
05:40
Roteiro de férias: o que fazer em SP gastando pouco ou quase nada
Chegaram as férias de julho, e com ela diversos eventinhos lindos rolando em São Paulo! Para te dar aquele empurrãozinho …
2
02:44
Museu Mais Doce do Mundo: conheça o lugar mais instagramável de SP
Já pensou em “nadar” numa piscina de marshmallows, entrar em um donut gigante ou pular numa grande batedeira? Pois sua …
3
03:52
3 lugares em SP para você que é um apaixonado por livros
A cidade de São Paulo reserva ótimas surpresas para os apaixonados por livros. E é por isso que a Catraca …
4
04:21
Conheça um lugar onde criatividade e inovação fazem parte do dia a dia
A EBAC, além de oferecer uma série de cursos de graduação, especialização e iniciação em áreas como arte, design, audiovisual, …
5
03:17
3 bares em São Paulo escondidos em subsolos + 1 bônus imperdível
Entre o pé sujo e o bar classudo, há mais points inusitados do que a nossa mente pode imaginar! Como …
6
05:36
5 festas juninas em SP para comer até sair rolando
Chega junho e o coração até derrete! É tempo de Santo Antônio, forró arrasta pé, milho, fogueira, quentão, vinho quente, …
7
04:26
O melhor do fim de semana em SP: 27 e 28 de abril
Oi, pessoal! Vim aqui só com boas notícias! Tenho dicas maravilhosas para você curtir seu final de semana em São …
8
01:26
Sandy & Júnior: já comprou o seu ingresso?
Sandy & Júnior estarão juntos no palco mais uma vez. A dupla queridinha da década de 90 vai fazer uma turnê …