Rashid é destaque da primeira ‘Comic Con’ da periferia

Rapper lança no PerifaCon videoclipe da música "Não é desenho" e faz sessão de autógrafos do seu primeiro livro

site: www.fabricasdecultura.org.br

telefone: (11) 5822-5240

facebook: www.facebook.com

PerifaCon quer levar cultura pop e geek para a quebrada

Com o sonho de levar a cultura pop para dentro da periferia de São Paulo, os amigos Matheus Polito e Mateus Ramos se uniram e apresentam pela primeira vez o PerifaCon, uma “Comic Con” nada elitista que apresenta grandes autores e recebe fãs geek da quebrada.

rapper rashid autografa seu livro ideias que rimam mais que palavras
Crédito: divulgaçãoRashid participa da primeira edição do PerifaCon com sessão de autógrafos do seu livro “Ideias que rimam mais que palavras” e lança em primeira mão o videoclipe do seu último trabalho “Não é desenho”

Um dos destaques do evento é o rapper Rashid, que vai transmitir no PerifaCon seu novo clipe “Não é Desenho”, seguido de bate-papo com ele e os desenhistas do vídeo, além de sessão de autógrafos do seu livro “Ideias que rimam mais que palavras – Vol.1“.

Também estão confirmadas na programação as mesas de debate “Representatividade negra nos quadrinhos“, com a quadrinista Marília Marz, a artista Lya Nazura e o quadrinista Marcelo D’Salete, vencedor do prêmio Einster com a obra “Cumbe“, e “Produção de podcast no Brasil e por que ninguém consegue parar de ouvir“, com os podcasters do Judão e do Mamilos.

Outros destaques são a transmissão de um episódio da série “Impuros”, pelo Canal Fox, e a presença dos artistas do Beco dos Artistas (Artist’s Alley).

O PerifaCon também vai contar com a exposição “Rap em Quadrinhos“, com o ilustrador Wagner Loud e o YouTuber Load, concurso de cosplays, stands de lojas geek e de editoras independentes que farão vendas de seus principais títulos a preço popular, música ao vivo e uma praça de alimentação, porque ninguém é de ferro, né?

A Comic Con da quebrada acontece no dia 24 de março, na Fábrica de Cultura do Capão Redondo, das 10h às 19h, e tem entrada gratuita! Para ajudar os criadores a viabilizar o projeto, o público pode contribuir com eles.

Compartilhe:

Autor: Por: Redação