Últimas notícias:

Loading...

CCBB recebe mostra com vários filmes de Federico Fellini

Centro cultural retoma retrospectiva em comemoração aos 100 anos desse mestre do cinema italiano

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Até 18 de janeiro de 2021

Segunda - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Confira as sessões na programação

Grátis

Que tal rever os filmes do mestre italiano Federico Fellini? Essa oportunidade é sua, jovem, com a mostra em homenagem aos 100 anos de nascimento do cineasta que rola no CCBB São Paulo, até o dia 18 de janeiro. É muito 💚!

Fellini é homenageado em retrospectiva no CCBB São Paulo
Crédito: LOUIS GOLDMAN (GAMMA- RAPHO / GETTY IMAGES)Fellini é homenageado em retrospectiva no CCBB São Paulo

Intitulada de “Fellini, Il Maestro“, a retrospectiva é uma oportunidade única de assistir, na sala de cinema, vários clássicos do cinema mundial e mergulhar no mundo felliniano, com suas histórias e personagens fascinantes.

Ao todo, são apresentados 12 títulos, como “A Voz da Lua” (1990), o último filme dirigido por ele. Na trama, o lunático Salvini observa o mundo de maneira diferente, procurando sempre achar o seu lado poético, como se a lua o guiasse.

QUE TAL UM CINEMINHA A R$ 8 NAS POLTRONAS DA CINESALA?

É claro que o clássico “A Doce Vida” (1960), um dos longas mais belos e mais conhecidos do diretor, não poderia ficar de fora! O drama narra a história de Marcello Rubini (interpretado pelo galã Marcello Mastroianni), um jornalista que escreve fofocas sobre celebridades e ricos para tabloides sensacionalistas em Roma. Nesse universo pautado por um vazio existencial, ele conhece a bela Sylvia Rank, uma atriz recém-chegada de Hollywood.

Juntos, Marcello e Sylvia passeiam pela cidade e descobrem um novo sentido para a vida. Nesse rolê, a musa, interpretada por Anita Ekberg, toma um banho com roupa e tudo na famosa Fonte de Trevi em uma das cenas mais icônicas do cinema.

Outro clássico que você não pode perder é “Casnova de Felllini” (1976), que acompanha o libertino bibliotecário Giacomo Casanova, um grande colecionador de boas histórias no século 18. Visitante frequente da nobreza, ele viajou para todas as capitais europeias, conheceu as mais diversas culturas e manteve intensos relacionamentos amorosos.

Assista ainda à “Abismo de um Sonho” (1952), sobre um casal recém-chegado a Roma para sua lua de mel. O marido Ivan tem um tio muito influente na cidade e conseguiu para os dois uma audiência com o Papa, além de ter vários planos turísticos programados.

Abismo de um Sonho
Crédito: Divulgação“Abismo de um Sonho” (1952) é outro destaque da mostra de Fellini

Já sua jovem esposa vai a uma produtora de fotonovelas entregar um presente para seu herói predileto, o Sheik Branco, que a convida para visitar o set de filmagens, fora da cidade. Ivan descobre que a mulher sumiu e precisa inventar algo para que sua família não perceba.

A mostra “Fellini, Il Maestro” estava em cartaz no CCBB São Paulo em março de 2020, quando precisou ser adiada por conta da pandemia do novo coronavírus. A nova versão do evento está mais enxuta, porém, desta vez é gratuita. Para conferir esse programão, reserve seu ingresso neste site aqui, sempre com um dia de antecedência!

Quem foi Federico Fellini?

Federico Fellini é reconhecido como um dos maiores e mais influentes cineastas de todos os tempos, cujos filmes, que trazem um olhar altamente pessoal e idiossincrático sobre a sociedade, são uma combinação única de memória, sonhos, fantasia e desejo.

O adjetivo felliniano é sinônimo de qualquer tipo de imagem extravagante, barroca ou fantasiosa no cinema ou na arte em geral. “A Doce Vida” lançou um novo termo: paparazzi, derivado de Paparazzo, o fotógrafo amigo do jornalista Marcello Rubini, vivido por Mastroianni.

Fellini morreu em Roma, em 31 de outubro de 1993, ao 73 anos, de ataque cardíaco, um dia depois da celebração dos 50 anos de casamento com Giulietta Masina. O funeral, no Estúdio 5 da Cinecittà, seu favorito, atraiu 70 mil pessoas.

Programação de ‘Fellini, Il Maestro’ no CCBB:

7/1- Quinta
16h – Roma

8/1 – Sexta
16h – Histórias Extraordinárias

9/1 – Sábado
13h30 – Entrevista
16h – A Doce Vida

10/1 – Domingo
13h30 – A Estrada da Vida
16h – Casanova de Fellini

11/1 – Segunda
16h – A Voz da Lua

13/1 – Quarta
16h – Amores na Cidade

14/1 – Quinta
16h – E la Nave Va

15/1- Sexta
14h – Casanova de Fellini
17h30 – Abismo de Um Sonho

16/1 – Sábado
14h – A Trapaça
16h30 – Julieta dos Espíritos

17/1 – Domingo
13h – E La Nave Vá
16h – A Doce Vida

18/1 – Segunda
15h – A Trapaça
17h30 – Abismo de Um Sonho

Para a sua segurança!

Assim como todos os espaços que reabriram durante a pandemia, o CCBB São Paulo segue vários protocolos para a visitação que precisam ser respeitados. O uso de máscara é obrigatório para todes, e, antes de entrar no espaço, você terá sua temperatura aferida. Além disso, o centro cultural disponibiliza álcool em gel em vários cantos do edifício e a sala de cinema tem capacidade bastante reduzida. Confira mais detalhes aqui.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


Peraí, que tem mais cinema pra você aqui: