Imagem do Topo

Sai da Rede 2018 tem shows de artistas que surgiram da internet

Festival no CCBB-SP tem apresentações gratuitas de Luiza Lian, Luedji Luna, Ana Muller, Almério, Giovani Cidreira e Plutão Já Foi Planeta

Por: Redação | Comunicar erro
Até
01
de setembro 2018
Quinta - Sexta - Sábado
Shows: às 13h e às 20h. Cinema: às 18h

O festival “Sai da Rede 2018– O Som Que Vem da Web” leva ao palco do Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo (CCBB-SP) seis talentos da nova geração da música brasileira, vindos de vários lugares do país, que usam a internet como ferramenta para produção e divulgação de seus trabalhos. Os shows acontecem entre 30 de agosto e 1º de setembro, às 13h e às 20h, com ingressos por R$30.

Plutão Já Foi Planeta
Crédito: divulgaçãoPlutão Já Foi Planeta faz show no sábado, 1º de setembro, às 20h
Luiza Lian
Crédito: Bruno MoyaLuiza Lian faz show na quinta-feira, dia 30, às 13h
Luedji Luna
Crédito: Tassia Nascimento Luedji Luna faz show na quinta-feira, dia 30, às 20h
Giovani Cidreira
Crédito: Patrícia MartinsGiovani Cidreira faz show no sábado, 1º de setembro, às 13h
Ana Muller
Crédito: Sarah OuteiroAna Muller faz show na sexta-feira, dia 31, às 13h
Almério
Crédito: Lana PinhoAlmério faz show na sexta-feira, dia 31, às 20h, no CCBB

A cantora e compositora paulista Luiza Lian, que, em 2017, foi indicada aos prêmios Multishow e Woman Music Events Awards na categoria de artista revelação, abre a programação na quinta-feira, dia 30, às 13h. Com influências do jazz e do hip hop, ela apresenta sucessos de seu último disco Oyá Tempo (2017), como “Tucum”, “Oyá”, “Tem Luz (Úmida V)”, “Pó de Ouro” e “Cadeira.

Para encerrar o dia, a cantora baiana Luedji Luna sobe ao palco às 20h. Indicada ao Prêmio Caymmi 2018 nas categorias de melhor show, melhor música com letra e melhor clipe, ela apresenta sucessos de seu disco inaugural Um Corpo no Mundo (2017), como “Asas”, “Dentro Ali”, “Eu Sou Uma Árvore Bonita”, “Cabô”, “Acalanto”, “Banho de Folhas” e “Notícias de Salvador”.

Na sexta-feira, dia 31, às 13h, é a vez da capixaba Ana Muller, que tem influências do rock nacional dos anos 1980 e da MPB dos anos de 1960 e 1970. Ela mostra aos fãs as faixas do disco 2012-2016 (2017), como “Sorte”, “Fragmentar”, “Saturno”, “Amor Intergaláctico” e “Te Faço um Café”, e do EP que leva seu nome, como “Não Vá Embora”, “Me Cura”, “Escopo” e “Deixa”.

O pernambucano Almério, vencedor do prêmio Natura Musical em 2015, faz show às 20h. Ele interpreta sucessos de seu segundo disco, Desempena (2017), como “Queria Ter Pra Te Dar”, “Trêmula Carne”, “Segredo”, “Do Avesso”, “Não Nasci Pro Amor” e “Porque Você”.

Já no sábado, no dia 1º de setembro, às 13h, o cantor e instrumentista baiano Giovani Cidreira toca as faixas de seu primeiro disco solo Japanese Food (2017), como “Movimento da Espada”, “Vai Chover”, “Um Capoeira”, “Pássaro Prata”, “Última Vida Submarina”, “Rosa do Sol” e “Santa Fé”, além de “Ancohuma”, sucesso de seu primeiro EP.

A banda indie pop potiguar Plutão Já Foi Planeta encerra a programação com um show às 20h. O repertório traz os hits do disco A Última Palavra Feche a Porta (2017), como “Alto Mar”, “O Ficar e o Ir da Gente”, “Deixa Prá Lá”, “Mesa 16”, “Me Leve”, “Anna” e “Insone”.

O grupo é formado por Natália Noronha (voz, violão, teclado e contrabaixo elétrico), Gustavo Arruda (voz, guitarra e contrabaixo elétrico), Sapulha Campos (voz, guitarra, ukulele e escaleta), Vitória De Santi (contrabaixo elétrico e teclado) e Renato Lelis (bateria).

Cineminha e bate-papos

A novidade do festival é uma mostra de filmes que também têm origem e relação com internet. Na quinta-feira, dia 30, às 18h, são exibidos “Charizard” e “Antônio 1, 2, 3”; na sexta, dia 31, às 18h, “A Passagem do Cometa” e “Mate-me, por favor”; e no sábado, 1º de setembro, “Castanha”, às 16h, e “Ensaio Sobre Minha Mãe” e “Eles Voltam”, às 18h. Os ingressos custam R$10.

A programação ainda conta com dois bate-papos gratuitos: “Choque de Cultura” (no dia 30, às 16h), sobre o programa de humor homônimo da TV Quase, que faz sucesso no site Omelete; e “Mulheres na Web” (no dia 31, às 16h), com mediação de Clara Averbuck e participação de Juliana de Faria (Think Olga) e Nátaly Neri.