Últimas notícias:

Loading...

Sesc Pompeia inaugura exposições ‘FARSA’ e ‘Irreparáveis Reparos’

A primeira mostra reúne obras de 50 artistas do Brasil e Portugal. Já a segunda é dedicada ao trabalho do franco-argelino Kader Attia

Ouça este conteúdo

Até 30 de janeiro de 2021

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado

De terça a sexta-feira, das 15h às 21h | Sábados, das 10h às 14h (agendamento de visitas online)

Tem exposição em dobro para quem estava morrendo de saudades do Sesc Pompeia! A mostra “FARSA” exibe obras de 50 artistas brasileiros e portugueses na área de convivência da unidade. Já “Irreparáveis Reparos” ocupa sete salas do galpão com trabalhos inéditos e outras criações emblemáticas do artista franco-argelino Kader Attia.

Você pode conferir as exposições até o dia 30 de janeiro, de terça a sexta-feira, das 15h às 21h; e aos sábados, das 10h às 14h. A entrada é gratuita, no entanto é preciso fazer agendar sua visita neste site.

Sesc Pompeia
Crédito: DivulgaçãoBora matar as saudades do Sesc Pompeia?

“FARSA”

Com curadoria de Marta Mestre e Pollyana Quintella, “FARSA. Língua, fratura, ficção: Brasil-Portugal” investiga os desafios da língua e da linguagem a partir de obras que exploram as noções de ambiguidade, fragmentação e a polifonia por meio de falas decoloniais – e, portanto, não alinhadas aos discursos universais.

Crédito: Ilana Bessler“FARSA” tem obras de 50 artistas portugueses e brasileiros

A mostra coletiva promove o encontro entre artistas de diferentes gerações, estilos e pesquisa, como Andrea Tonacci, Anna Bella Geiger, Anna Maria Maiolino, Grada Kilomba, Gretta Sarfaty, Lygia Pape, Mariana de Matos, Mariana Portela Echeverri, Mira Schendel, Paulo Bruscky, Pietrina Checcacci, Regina Silveira, Regina Vater, Renata Lucas, entre outros.

As obras estão divididas em três núcleos. O primeiro deles, “Glu, Glu, Glu”, reúne trabalhos que abordam a ideia de língua e de linguagem enquanto máquina de desconstrução.

FARSA - Sesc Pompeia
Crédito: Ilana BesslerAs obras da exposição brincam com a língua e a linguagem

O segundo eixo, “Outras Galáxias”, expõe o potencial destrutivo da humanidade e do planeta, a partir de obras que evocam a virada distópica dos anos 1960 e 1970 na literatura e nas artes visuais.

E “Palavras Mil” tem trabalhos que lidam com a aproximação das ideias de poesia e a revolução, muitos deles em referência à transição entre a ditadura e a democracia em Portugal e no Brasil.

Além da exposição física, “FARSA” também tem uma plataforma virtual como uma extensão do projeto. Neste site, você encontra obras comentadas, depoimentos dos artistas, publicações e outros materiais.

“Irreparáveis Reparos”

O franco-argelino Kader Attia expõe seu trabalho pela primeira vez na América Latina na mostra “Irreparáveis Reparos”, com curadoria da historiadora da arte alemã Carolin Köchling.

Irreparáveis Reparos - Sesc Pompeia
Crédito: Dih Lemos“Irreparáveis Reparos” reúne obras inéditas e outras emblemáticas do artista franco-argelino Kader Attia

Entre trabalhos inéditos e obras que marcaram a carreira do artista, a exposição ocupa sete salas do Sesc Pompeia com instalações, fotografias, esculturas e obras em outros suportes.

Os trabalhos dialogam com temas pulsantes na contemporaneidade, como reparação, pós-colonialismo, diásporas africanas e questões relacionadas a como essas marcas históricas são vividas e revistas entre as nações.

Um dos destaques é a videoinstalação “Mimesis as Resistance”, na qual pássaros “assimilam” e reproduzem sons de motosserras, que representam o processo de destruição da natureza.

Outra instalação, J’acusse, reúne bustos de madeira que foram entalhados a partir de fotografias de veteranos da Primeira Guerra Mundial que sofreram lesões faciais severas.

Cuidados durante a visita ao Sesc Pompeia:

Assim como todos os museus e centros culturais que reabriam na fase verde da quarentena, o Sesc Pompeia segue protocolos de segurança sanitária, que devem ser respeitados por todos os visitantes. O uso de máscara de proteção é obrigatório para todes, e, antes de entrar no espaço, você terá a temperatura medida. Respeite a distância de 2 metros entre as pessoas indicada pela sinalização no chão.

Além disso, o museu colocou tapetes sanitizantes e secantes logo na entrada e disponibiliza álcool em gel 70% em vários espaços. E os serviços de limpeza e higienização foram intensificados.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


Gostou das exposições do Sesc Pompeia e quer mais dicas? Bora lá!

Agência Fática

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.

Compartilhe: