Conheça o lugar em SP que faz 1,5L de sorvete de ‘neve’

O "nevasca" de Oreo é uma das delícias servidas no SnowFall
Todos os dias
Todos os dias das 11:00 às 20:00
array(3) { ["address"]=> string(52) "R. dos Estudantes, 73 - Sé, São Paulo - SP, Brasil" ["lat"]=> string(10) "-23.555453" ["lng"]=> string(18) "-46.63446520000002" }

SnowFall

R. dos Estudantes, 73 - Sé, São Paulo - SP, Brasil

Café

telefone: (11) 3207-0374

Quem disse que em São Paulo não neva? Na capital paulista, tem até nevasca – e ela é comestível e deliciosa, o que é melhor ainda.

O snowcream é a especialidade da SnowFall. A cafeteria e sorveteria, que tem uma unidade na Liberdade e outra no Bom Retiro, faz um sorvete à base de leite que tem textura de neve,   Unido a acompanhamentos como morango, manga, maracujá, chocolate, farelo de biscoito, leite condensado e chá verde em pó, o resultado é uma sobremesa maravilhosa.

São três tamanhos de potinho: 250ml (R$ 13), 500ml (R$ 18) e – para os mais famintos ou que gostam de dividir – 1,5L (R$ 45). Não à toa, essa terceira monstruosa opção é chamada de “nevasca“, e é um dos destaques da loja.

Dentre as diversas combinações de snowcream do cardápio, as mais pedidas são a de morango (“neve”, concentrado de morango, leite condensado e pedaços de morango) e a de Oreo (“neve”, concentrado de Oreo, farelo de Oreo e chantilly). Porém, quem gosta de experimentar sabores diferentes pode provar também a combinação de chá verde (“neve”, chá verde em pó, feijão azuki e mochi, um bolinho de arroz glutinoso) ou injeolmi (“neve”, soja preta em pó, mochi, mel, lascas de amêndoas e feijão azuki).

Além do snowcream, o SnowFall também oferece cafés, bubble teas, smoothies, honey bread e outras gostosuras. Fica a dica de provar o bung ho pang, quitute típico coreano que consiste em uma massa recheada em formato de carpa. O menu da casa oferece duas versões: a doce, que vem com feijão azuki e é a tradicional coreana, e a salgada, que tem sabor de pão de queijo. Bem ao nosso gosto – e tinha como errar na combinação Ásia + Brasil?

Compartilhe:

Autor: Por: Redação