CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Turismo acessível no Rio: restaurantes, museus e passeios para todes

Para os aventureiros, tem opção de surf, voos de asa delta e parapente!

Por: Redação

O Rio de Janeiro é uma das cidades mais populares do país. A sua beleza é inspiração na música, fotografia e cinema. Com tantas qualidades e atrativos, a Cidade Maravilhosa também precisa ser democrática. Por isso, a Catraca Livre preparou uma lista com opções de turismo acessível no Rio o ano inteiro.

A cidade foi muito beneficiada por sediar a Olimpíada e a Paraolimpíada, o que incentivou diversos centros culturais e comerciais a repensar a acessibilidade. Confira alguns desses lugares:

Restaurantes

Restaurante Palaphita Kitch
Crédito: @Palaphita/ FacebookPalaphita Kitch fica a beira da Lagoa. Nada mal, não?

Bar e restaurante a beira da Lagoa, onde os pássaros circulam livremente entre as poltronas e mesas da casa. No cardápio, drinks com frutas da Amazônia. O restaurante está apto a receber cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida, tem banheiros acessíveis e elevador de acesso ao segundo piso.

Quando? Segunda a sexta, das 17h às 00h | Sábado e domingo, das 15h às 1h
Onde? Avenida Epitácio Pessoa, 20 – s/nº – quiosque (Parque do Cantagalo) – Lagoa Rodrigo de Freitas

Restaurante Quadrucci
Crédito: @Quadrucci / FacebookRisoto de ostras servido no Quadrucci

O cardápio é de cozinha internacional com ênfase em pratos italianos e um toque de brasilidade. Buscando acessibilidade, o restaurante disponibiliza cardápio em braile.

Quando? De segunda a domingo do 12h às 1h
Onde? Rua Dias Ferreira 233 – Leblon

  • Lilia Café
Lilia Café, no CCBB RJ
Crédito: @liliacafeccbb/ FacebookQue tal almoçar ou jantar nesse lugar lindo e acessível?

Aqui na Catraca Livre a gente já falou do café e restaurante, dentro do Centro Cultural Banco do Brasil. O que não foi mencionado é que ele contribui para o turismo acessível no RJ. O restaurante, no mezanino, possui um cardápio de almoço criativo e sazonal, ou seja, com alimentos orgânicos e da estação, preparados preferencialmente na brasa. É acessível para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

Onde? Rua Primeiro de Março, 66 – Centro | CCBB RJ
Quando? De quarta a sexta, das 9h às 21h

Fazenda Culinária
Crédito: @fazendaculinariarj/FacebookVista do anoitecer no Porto

Com entrada independente do Museu do Amanhã, o restaurante possui um salão com vista para Baía de Guanabara. A cozinha contemporânea e brasileira prioriza alimentos frescos e orgânicos. A casa também recebe aprendizes de projetos sociais. O restaurante possui acessibilidade para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

Onde? Praça Mauá | Museu do Amanhã
Quando? Terça a Sexta, das 12h às 17h | Sábado e Domingo, das 12h às 18h

  • Puro Restaurante
Pratos do Puro Restaurante
Crédito: @purorestaurante/FacebookBateu uma fome com os pratos do Puro Restaurante?

O Puro Restaurante está localizado em frente ao Jardim Botânico, tem um ambiente informal e três andares. A cozinha é definida como brasileira contemporânea. A casa possui acessibilidade para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

Quando? De segunda a sexta, das 12h às 17h e das 19h às 00h | Sábado, das 12h30 às 17h e das 19h à 1h | Domingo, das 12h30 às 22h
Onde? Rua Visconde de Carandaí, 43- Jardim Botânico

Ao ar livre

O Rio de Janeiro não tem o apelido de Cidade Maravilhosa de graça. E alguns dos mais tradicionais cartões postais estão adaptados para receber pessoas com deficiência.

Praia de Copacabana
Crédito: DivulgaçãoPraia de Copacabana também um dos cartões postais de turismo acessível no Rio
  • Praia

Desde 2019, o turismo acessível no Rio virou lei, com a intenção de melhorar o acesso de pessoas com deficiência às praias, dando condições de locomoção para os cadeirantes. Por meio de uma parceria público-privada são oferecidas esteiras para facilitar o deslocamento e acessibilidade de cadeirantes na areia. A nova lei complementa uma já vigente que garantia o fornecimento de cadeiras de rodas especiais nas praias fluminenses. É ficar de olho e cobrar o Estado!

Na onda de praias acessíveis está o trabalho do projeto “Praia Para Todos“, que desde 2009 promove acessibilidade nesses locais. Instalados na Barra da Tijuca e em Copacabana, os voluntários promovem jogos recreativos, vôlei sentado, beach soccer, handbike, banho de mar e piscina infantil.

Quer conferir? Fica de olho nas redes sociais do projeto que a temporada 2020 começa em poucos dias!
Onde? Barra da Tijuca – Posto 3 |Copacabana -Posto 5
Quando? Sábado e domingo, das 9h às 14h

  • Surf
Aula de surf de graça promovida pela Adaptasurf
Crédito: @adaptsurf e @reginatolomei / FacebookAula de surf de graça promovida pela Adaptasurf

Adaptsurf, ONG criada em 2007, promove vivência prática do surf para pessoas com deficiência (física, auditiva, visual, mental e múltipla), visando educar, socializar e estimular o desenvolvimento do indivíduo. É possível realizar aulas de surf adaptado de graça com instrutores treinados.

Quando? Sábado e domingo, das 9s às 14h
Onde? Praia da Barra – Posto 2 aos sábados | Leblon – Posto 11 aos domingos

  • Asa Delta e Parapente

Imagina ver a Cidade Maravilhosa de cima: esta é a proposta da Action Fly Voo Livre Rio. O aventureiro que topar este passeio pode ver a natureza da cidade de um ângulo completamente diferente. Os vôos duplos têm duração de 15 à 30 minutos, dependendo das condições metrológicas.

Normas e instruções são passadas antes dos vôos. A empresa realiza um estudo para entender quais são as adequações e adaptações necessárias para realizar o voo de pessoas deficientes com segurança.

Onde?Action Fly Voo Livre Rio | Rua Embaixador Gabriel Landa, 140 – São Conrado
Contato? (21) 99573-8623 e (21) 99746-8545

  • Pão de Açúcar
Bondinho do Pão de Açúcar
Crédito: Wikimedia CommonszAs estações de embarque dos bondinhos têm uma plataforma móvel que facilita o acesso de cadeiras de rodas

As estações de embarque dos bondinhos que realizam o transporte até o topo do morro possuem uma plataforma móvel que facilita o acesso de cadeiras de rodas. Rampas e elevadores possibilitam a chegada nos dois mirantes, com vistas para a Baía de Guanabara, de Niterói e da cidade do Rio de Janeiro. Há também um conteúdo em áudio dentro do aplicativo do Bondinho, que conta fatos históricos e curiosidades.

Quando? Todos os dias, das 8h às 21h
Onde? Avenida Pasteur, 520 – Botafogo
Quanto? A partir de R$ 52,20 (meia-entrada e nascidos ou moradores do RJ, necessário apresentar comprovante de residência)

  • Lagoa Rodrigo de Freitas
Lagoa Rodrigo de Freitas vista do Cristo Redentor, opção de turismo acessível
Crédito: Wikimedia CommonsNa Lagoa, há embarcações motorizadas para todes

Local tradicional para passeio de bicicleta e pedalinho, também conta com embarcações motorizadas para tornar o passeio acessível a todos os visitantes.

Onde? Avenida Epitácio Pessoa e Borges de Medeiros, s/nº, Sul
Quando? Depende da disponibilidade

  • Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Jardim Sensorial, no Jardim Botânico do RJ, opção de turismo acessível
Crédito: Halley Pacheco de Oliveira - Wikimedia CommonsJardim Sensorial permite experiência única no Jardim Botânico do RJ

Voltado especialmente aos deficientes visuais, o Jardim Sensorial possui diferentes texturas e aromas das plantas, escolhidas especialmente aguçar o tato e o olfato. Quem não é deficiente visual também pode curtir o passeio, basta vendar os olhos.

Quando? Segunda, das 12h às 18h | Terça a domingo, das 8h às 18h
Onde? Rua Jardim Botânico, 1008 – Jardim Botânico
Quanto? R$ 15 (inteira) | R$ 7,50 (meia entrada)

  • Parque Nacional da Tijuca
Floresta da Tijuca, opção de turismo acessível no RJ
Crédito: Halley Pacheco de Oliveira - Wikimedia CommonsParque Nacional da Tijuca também é acessível

O parque abriga a quarta maior floresta urbana do mundo. A trilha “Caminho Dom Pedro Augusto”, é acessível para cadeiras de rodas e há placas informativas em braile para auxiliar quem possui deficiência visual. O passeio vale a pena para se observar, sentir e escutar a grande variedade de fauna e flora do parque.

Quando? Todos os dias
Onde? Estrada da Cascatinha, 850 – Alto da Boa Vista

Museus

  • Forte de Copacabana
Forte de Copacabana, opção de turismo acessível no RJ
Crédito: Produção Gráfica - MHEx/FCUm dos cartões postais do Rio, o Forte de Copacabana abriga museu com exposições, fortificação e cafés

Se você acha que o passeio pelo forte será apenas uma aula de história, se enganou! É possível ver também a Praia de Copacabana e saborear o café e os doces da Confeitaria Colombo. O Forte passou por uma reforma e possui um passeio e rampas para cadeirantes.

Quando? Terça a Domingo e feriados, das 10h às 20h
Onde? Praça Coronel Eugênio Franco nº 1 – Posto 6 / Copacabana
Quanto? A partir de R$ 3 (meia-entrada) | Entrada 0800 todos os dias, das 18h às 19h30, e às terças-feiras.

  • AquaRio

O maior aquário marinho da América do Sul leva os visitantes a uma viagem ao fundo do mar, entre peixes, tubarões, moreias e arraias. Na verdade, são 3 mil animais em 28 tanques em cerca de 4,5 milhões de litros de água salgada. O aquário possui elevadores e banheiros adaptados para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

Quando? De segunda a domingo, das 10h às 18h
Onde? Avenida Rodrigues Alves, s/n Praça Muhammad Ali – Saúde
Quanto? A partir de R$ 40 (meia-entrada)

  • Museu de Arte do Rio
Maquete tátil do MAR, opção de turismo acessível no RJ
Crédito: Benoit Fournier/ FacebookMaquete tátil do museu

A maioria dos museus da cidade oferece acessos adaptados e guias para portadores de necessidades especiais ou com limitações de mobilidade. O MAR é um dos mais acessíveis, com educadores preparados para receber pessoas com qualquer tipo de deficiência, oferecendo textos em braile, vídeos com legendas, locação gratuita de áudio-guia, uma maquete tátil do próprio museu etc.

Há ainda o horário de visitação especial, seguindo um projeto de lei que institui horário exclusivo para visitação de pessoas com deficiências em museus. No MAR, o horário dedicado a esse público é às quartas, das 10h às 11h. O museu possui três cadeiras de rodas disponíveis para os visitantes. Para usar, basta solicitar na bilheteria.

Quando? Terça a domingo, das 10h às 17h
Onde? Praça Mauá – Centro
Quanto? A partir de R$ 11 (meia-entrada) | Entrada 0800 as terças-feiras

  • Museu do Amanhã
Museu do Amanhã, opção de turismo acessível no RJ
Crédito: @museudoamanha/FacebookMuseu do Amanhã visto de fora, na Praça Mauá

O museu propõe aos visitantes uma reflexão sobre o presente e projeções sobre o futuro. O local atende todos os requisitos de acessibilidade: há pisos táteis, rampas de acesso, banheiros adaptados, maquetes táteis e sinalização universal. O Programa de Educação possui uma agenda de atividades para pessoas com deficiência e suas famílias.

Quando? Terça a domingo, das 10h às 18h
Onde? Praça Mauá, 1 – Centro
Quanto? A partir de R$ 10 (meia-entrada)

  • Centro Cultural Banco do Brasil
CCBB RJ, opção de turismo acessível
Crédito: @ccbb.rj/ FacebookO prédio histórico do CCBB RJ também é acessível

Um dos locais preferidos dos cariocas no centro do Rio, o CCBB possui três teatros, além de quatro cabines de vídeo, um cinema, dois auditórios, salas de exposição, salão de chá e restaurante. Lá acessibilidade também é levada a sério: o guia com a programação do mês pode ser encontrada em braile, acontecem visitas mediadas em libras todos os sábados, ao meio dia, e as exibições de filmes têm legendas. Há também rampas de acesso elevadores.

Quando? De quarta a segunda, das 9h às 21h
Onde? Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Quanto? A partir de R$ 5 (meia-entrada)

Transporte

A prefeitura do Rio de Janeiro informa que todo sistema de transporte público da cidade tem acessibilidade visual e motora. As estações do Metrô e do BRT estão equipadas com elevadores e piso tátil para deficientes visuais.

Quem procura por conforto e comodidade pode optar pelo transporte particular. Táxis adaptados são a opção ideal. A cidade conta com mais de uma empresa que presta este serviço exclusivo para cadeirantes ou pessoas com mobilidade reduzida.

Quem faz?
Táxi Acessível RJ: 21 96430-1301
Transporte do Cadeirante: (21) 4111-2442 e (21) 99968-6453
Especial Coop: (21) 3295-9606 | A empresa ainda oferece o serviço de passeios pelos principais pontos turísticos da cidade.

Dica bônus: o aplicativo Biomob foi criado para viabilizar o tráfego de pessoas com limitação de mobilidade. O app, de fácil usabilidade, foi desenvolvido para ser incrementado pelos próprios usuários. Assim, após ir ao cinema, teatro, museu ou restaurante, o usuário pode avaliar e comentar a acessibilidade do estabelecimento.

Que tal aproveitar o transporte público e fazer um rolé pelos museus do Rio perto das estações de trem e metrô?