Imagem do Topo

ABC recebe Feira Vegana com comidas, música instrumental e yoga

Promovido pelo Instituto Acqua em Santo André (SP), evento recebe 30 expositores, aula de yoga e música ao vivo de Lorena Hollander

Por: Redação | Comunicar erro

A 19ª edição da Feira Vegana do ABC acontece dia (31/03), domingo, das 11h às 18h, na sede do Instituto Acqua – Avenida Lino Jardim, 905, Vila Bastos, em Santo André (SP). O evento reúne 30 pequenos produtores e a comunidade regional do ABC Paulista para estimular a economia criativa, hábitos saudáveis e o contato com produtos livres de ingredientes de origem animal. A entrada é gratuita e o espaço é pet friendly e conta com bicicletário gratuito. Para completar a programação, a multiartista Lorena Hollander toca a partir das 14h.

Em parceria com a Chave VilaMundo e o Instituto Acqua, alguns expositores da feira oferecem descontos especiais para quem apresentar o cupom de desconto. Pegue o seu cupom aqui.

A programação da Feira Vegana do ABC também contempla a Praça Kennedy, na Vila Bastos (a cinco minutos do Instituto Acqua), que contará com aula aberta de yoga com a professora Andrea Moll. A atividade começa às 10h de domingo, 31 de março, e é necessário apenas levar tapetinho de yoga, toalha ou colchonete para participar da prática.

No espaço cultural do Instituto Acqua, produtores vão comercializar diversas opções de produtos, com destaque para hambúrgueres, conservas artesanais, pizzas no cone, escondidinho, feijoada, comidas japonesas, bolos, além de sucos naturais e cervejas artesanais. O evento também receberá produtos cruelty free, ou seja, aqueles que não geram qualquer tipo de prejuízo para os animais em sua produção, e que seguem padrão natural de testes e fabricação. Essa postura pretende garantir que os animais não sofram com exploração ou até mesmo sejam sacrificados em prol da indústria. Itens de saboaria, cosméticos, acessórios têxteis, acessórios para o lar e biojoias fazem parte da cartela de expositores.

Harmonia – A multiartista Lorena Hollander é atração musical desta edição. Como compositora, cantora e multi-instrumentista, fundou a banda Diafanes em 2002, com a qual lançou três álbuns e fez turnês pelo Brasil e Estados Unidos. Também produziu o duo Sama Baiá em 2015. Já nas artes plásticas, realizou diversas exposições e participou de salões no Brasil e exterior sendo premiada pelo Museu Olho Latino, em Atibaia (SP) e pelo Centro Europeu, em Curitiba. Possui obras no acervo dessas instituições e também na Fundação Bejing, na China. Em 2017 lançou seu primeiro livro de poesia visual, intitulado “LoLo”. Para a apresentação do domingo (31), a artista tocará a partir das 14h o instrumento koto – de cordas dedilhadas, composto de uma caixa de ressonância com diversas cordas, com cerca de 1,80m. A entrada é gratuita.