‘Casa de Bonecas Parte 2’, com Marília Gabriela: a partir de R$ 6

O Teatro do Sesc Santo André, no ABC Paulista, recebe o espetáculo “Casa de Bonecas – Parte 2” nos dias 18, sexta-feira, às 21h, e 19, sábado, às 20h. A continuação da obra de Henrik Ibsen é encenada por Marília Gabriela, Luciano Chirolli, Eliana Guttman e Clarissa Kiste. Os ingressos custam entre R$ 6 e R$ 20.

Crédito: casa-de-bonecas-parte-2/ Foto: MiroTeatro do Sesc Santo André, no ABC Paulista, recebe espetáculo “Casa de Bonecas – Parte 2”

Publicado em 1879, o clássico “Casa de Bonecas”, do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen (1828-1906) causou polêmica ao questionar as convenções sociais e o casamento enquanto instituição social.

“Casa de Bonecas – Parte 2” foi um grande sucesso na Broadway e o dramaturgo norte-americano, Lucas Hnath, foi indicado ao Prêmio Tony 2017 de Melhor Texto. Inédita no Brasil, a peça tem direção de Regina Galdino e tradução de Marcos Daud.

Na “Casa de Bonecas”, de Ibsen, Nora Helmer falsifica uma assinatura do pai e faz, em segredo, um empréstimo para salvar Torvald, seu marido. Mas, quando ele descobre a fraude por causa da chantagem de um agiota, repudia a esposa, humilhando-a e negando que ela continue educando os filhos. O agiota devolve a promissória, salvando os Helmer, mas Nora, desiludida com a covardia e hipocrisia de Torvald, ao ver a posição inferior da mulher na sociedade, revolta-se e abandona o marido e três filhos pequenos.

No texto de Lucas Hnath a emblemática personagem Nora, agora uma escritora de sucesso, retorna 15 anos depois ao lar porque precisa oficializar o divórcio com Torvald. Popular por defender causas feministas, ela está sendo chantageada para negar suas ideias, pois uma mulher casada não poderia ter uma vida independente.

De volta ao núcleo familiar, Nora enfrentará a recriminação da criada, da filha mais nova e do marido por tê-los abandonado e por ter tido a ousadia de escolher o que fazer de sua vida. Diante da cobrança sobre suas responsabilidades de esposa, ela argumenta que o casamento funciona como uma prisão para as mulheres e que o amor deveria ser livre. Mais uma vez ela terá que decidir entre ficar à mercê de mentiras, regras sociais equivocadas e da visão retrógada de seus entes queridos ou assumir sua identidade e lutar por um mundo diferente.

“O jovem autor, Lucas Hnath, desenha os diálogos como se fossem poemas modernos, gráficos, indicando ritmos, sonoridades, pausas, repetições e intenções que dispensam as tradicionais rubricas. O texto ganha uma musicalidade muito particular, e, num misto de comédia e drama, as relações das personagens surgem límpidas e cortantes, sem maniqueísmos. Futuro e passado, utopia e tradição, luminosidade e trevas, opção e necessidade, maturidade e juventude, coragem e medo, casamento e amor livre, são algumas das contradições que o público irá acompanhar nessa trajetória da personagem Nora em busca de sua identidade, negando a sociedade forjada em mentiras”, diz a diretora Regina Galdino.

Os ingressos custam R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e R$ 6 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes com Credencial Plena) e podem ser adquiridos no Portal Sesc e nas Bilheterias da Rede.

Recomendação etária: 14 anos.

O Sesc Santo André fica na Rua Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar, Santo André- SP. Estacionamento no local (vagas limitadas): R$ 6 com credencial plena, R$ 11 público geral. Mais informações pelo telefone: (11) 4469-1311 ou na página do Sesc.

Quer ficar por dentro das atividades culturais e cursos gratuitos ou baratinhos no ABC Paulista? Então siga o VilaMundo no Facebook.

Compartilhe: