Maestro João Carlos Martins celebra Bach em apresentação grátis


Biblioteca

site: www.bma.sp.gov.br

email: bma@prefeitura.sp.gov.br

telefone: (11) 3775-0002

Por: Redação | Comunicar erro

Os ingressos serão distribuídos 1 hora antes da apresentação

Com a participação especial do violeiro Neymar Dias, o maestro João Carlos Martins mostra as composições de Bach que mais o emocionam. A data escolhida: 28 de julho próximo – exatamente o dia em que Bach morreu. Daí que o nome do show é “O Homem que nunca morreu” – gratuito e que acontece na Biblioteca Mário de Andrade, a partir das 11h. E atenção:  os ingressos serão distribuídos 1 hora antes da apresentação.

João Carlos Martins conta sua paixão sobre Bach em apresentação grátis

O show faz parte da parceria do maestro João Carlos Martins com ReciproCidade – o projeto social do Catraca Livre, numa experiência para facilitar o encantamento dos brasileiros com a música clássica. É o projeto “Bach, Alegria dos Homens”. O nome é inspirado em uma das obras mais famosas do compositor alemão: “Jesus Alegria dos Homens”.

Mais sobre o maestro

Em 2004, aos 64 anos, João Carlos iniciou os seus estudos de regência. Seis meses depois, apresentou-se com sucesso em Londres, Paris e Bruxelas, como regente convidado, imprimindo em suas interpretações a mesma dinâmica que fazia quando pianista.

Antes de perder o movimento das duas mãos, ele era considerado um dos maiores intérpretes de Bach do mundo.
Usando como ponto de partida o dia da morte de Bach ( 28 de julho), serão disparadas uma série de ações gratuitas ou acessíveis em múltiplos canais: rua, palco de um teatro, salas de concertos e redes sociais.

No dia 10 de agosto, estreia uma peça no Teatro FAAP sobre a vida no maestro, intitulada “Concerto para João”, escrita pelo premiado dramaturgo Sérgio Roveri. Catraca Livre vai oferecer ingressos gratuitos ou com expressivos descontos. Haverá duas sessões inteiramente gratuitas: uma delas, dia 8, com direito a conversa com os atores; outra, no dia 9, com uma palestra-concerto com João Carlos Martins.

Compartilhe:

Autor: Por: Redação