Obra interativa com cristais e sons harmoniza o verão no Sesc


Até
31
de janeiro 2019
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
De terça a sexta, das 10h às 21h; sábado, das 10h às 19h, e domingo, das 10h às 18h.
Por: Redação | Comunicar erro

O Sesc Santana abriga a instalação “Sons que me Tocam”, idealizada e produzida por Felipe Sucupira e Aieda Freitas. A exposição interativa com cristais atua compondo paisagens sonoras individuais, emitindo sons harmônicos afinados em 432hz. A intenção dos artistas é analisar o efeito dessa relação do sons e cristais sobre o ser humano. A visitação acontece de 4 de dezembro e 31 de janeiro, de terça a sexta, das 10h às 21h; sábado, das 10h às 19h, e domingo, das 10h às 18h. A entrada é gratuita.

Crédito: Thomas BressonInstalação que trata da relação energética entre cristais e o som fica no Sesc Santana até janeiro

Cada cristal está conectado a um sensor e relacionado a uma frequência sonora. Ao serem tocados, cada um deles emitirá um som específico. Esta sequência sonora, formada e continuada pelos toques do público será gravada e, no final da mostra, será possível ouvir uma paisagem sonora criada por todos que tocaram os cristais.

Os artistas

Felipe Sucupira é terapeuta formado na abordagem Sound Healing pela SHA (Sound Healing Association), onde estudou com um dos grandes nomes do assunto nos EUA: Jonathan Goldman. É formado em terapia transpessoal pelo Centro de Psicossíntese de São Paulo e é doador de Reiki. Trabalha com sons, frequências, cristais, radiestesia, água estruturada e geometria sagrada. Através de palestras e workshops, divulga a terapia do som e seus benefícios.

Aieda Freitas é artista, VJ e maker. Seu trabalho explora suportes como design, videoinstalação, videoperfomance, videoprojeção, webarte e a construção de traquitanas tecnológicas. Colaborou com grupos de estudos e desenvolvimento de arte e tecnologia no Brasil e na Espanha (HackLab,e MediaLAB Prado), além do grupo de investigação acadêmica “O Signo nos Meios Audiovisuais”, dentro da linha de investigação de Inovações em Língua e Cultura. Participou de exposições e festivais como o ‘FILE’, ‘Festival de Arte Digital Xumucuis’, ‘Festival Continuun’, ‘Red Bull Station’, ‘Festival Contato’ (São Carlos), ‘Festival ArtFutura’, ‘Fase Encuentro de Arte y Tecnologia’ (Argentina), ‘Festival de Vídeo Arte’ (Equador), entre outros. Atualmente é gestora do Acolá Diversão e Arte, coordenadora do AcoLAB, MediaLab do Acolá Diversão e Arte, e colaboradora do MediaLab Sirveverse na Argentina.

Curtiu? Então leia esta também:

Compartilhe:

Tags: #Agenda São Paulo #Exposição #SESC (Serviço Social do Comércio)
Autor: Por: Redação