Grupo convida para caminhada que conta a história negra de SP

Show com ritmos da Amazônia de graça no Centro Cultural Olido

“Na Amazônia há em cada canto um canto, um encanto: Em Canto Amazônico”. – Jeanne Darwich

site: ww2.prefeitura.sp.gov.br

email: galeriaolido@prefeitura.sp.gov.br

telefone: (11) 3331-8399 | 3397-0171

Jeanne Darwich faz show repleto de Carimbó, Brega, Lundú,  Xote e Toadas (boi) Paraense.

No mês do folclore, a cantora Jeanne Darwich apresenta a sua identidade no show gratuíto ”Em Canto Amazônico”, no dia 12 de agosto, às 19h, no Centro Cultural Olido. Uma proposta musical voltada para a cultura deste lugar rico em sabores, cheiros, cores e sons. É este clima eclético que a cantora traduz no palco cantando os ritmos da Amazônia: Carimbó, Brega, Lundú, Xote e Toadas (boi) paraense.

Crédito: Divulgação“Na Amazônia há em cada canto um canto, um encanto: Em Canto Amazônico”. – Jeanne Darwich

A Amazônia, enquanto espaço místico com suas lendas, entidades, banhos, pajelanças e enquanto musicalidade, é construída a partir de toda essa diversidade cultural, fruto de miscigenação que resultou num multiculturalismo descoberto cada dia um pouco mais. O show “Em Canto Amazônico” foi criado para representar a música amazônica e sua riqueza cultural de forma a tocar e encantar um público que realmente se encontra ávido do conhecimento Amazônico, de seu reconhecimento e de sua importância.

A criação do nome “Em Canto Amazônico”, feita por Jeanne Darwich, foi pensado no sentido de imbuir os três conceitos que a expressão “em canto” pode sugerir – o ato de cantar a música amazônica, o encantar de ser encantado e de encantarias e o canto geográfico em que o Pará se encontra na Região Amazônica. “Na Amazônia há em cada canto um canto, um encanto: Em
Canto Amazônico”. – Jeanne Darwich

Festival da canção francesa pode te levar até Paris

 

Compartilhe:

Autor: Por: Redação