Últimas notícias:

Loading...

Admire as belezas do Jardim Botânico do Rio em uma visita noturna

Esse lugar exuberante retoma o passeio guiado à noite em duas modalidades: a pé ou em carros elétricos! Saiba tudo:

Por: Redação

Sexta

Às 19h (uma sexta-feira por mês para cada uma das modalidades)

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Cheio de monumentos históricos e reduto da biodiversidade da Floresta da Tijuca (RJ), o Jardim Botânico do Rio retoma, a partir de 1º de outubro, suas visitas noturnas guiadas em dois tipos de passeio: a pé ou de carro elétrico.

Fique ligado(a), pois é preciso planejar seu rolé com bastante antecedência. Os ingressos são mega concorridos e podem ser adquiridos online. A visita a pé custa R$50 por pessoa (limitada a 20 pessoas por grupo) e a de carro, R$500 (para grupos com até 5 pessoas). Cada uma dessas modalidades do tour acontece apenas em uma sexta-feira por mês, a partir das 19h.

Visitas noturnas ao Jardim Botânico do Rio
Crédito: @raulribeiro_123 - reprodução de @JardimBotanicoRJ/FacebookAs visitas noturnas ao Jardim Botânico do Rio são um passeio obrigatório!

Com duração aproximada de 90 minutos, o passeio visita as principais atrações históricas e culturais do Jardim Botânico do Rio, como o busto de D. João, as ruínas da fábrica de pólvora, o museu arqueológico Casa de Pilões, o portal de Belas Artes e o famoso Chafariz das Musas.

Todos esses monumentos e pontos de parada do tour ganharam uma iluminação especial para tornar sua visita ainda mais bela! E, se tiver um pouquinho de sorte, você ainda vai encontrar no caminho algumas espécies de animais de hábitos noturnos, como corujas, sapos e gambás. ❤

Você também conhece o cactário; as estufas de orquídeas, bromélias, samambaias e plantas insetívoras; o jardim bíblico, que reúne espécies de plantas mencionadas na Bíblia; o jardim japonês, com 65 exemplares de plantas desse país; o Lago Frei Leandro; a Região Amazônica, entre outros.

A organização do passeio recomenda que os visitantes usem repelente, botas ou sapatos fechados de cano alto e calça comprida. Também é aconselhável levar água. Caso chova, o rolé precisa ser reagendado.

Um pouquinho sobre o Jardim Botânico do Rio

Inaugurado em 1808, pelo então príncipe regente D. João, o Jardim Botânico funciona em território de mata tropical preservada, contígua à Floresta da Tijuca. O espaço reúne uma impressionante coleção de mais de 3 mil tipos de plantas e é habitado por várias espécies de mamíferos, aves, répteis e anfíbios.

Crédito: Alexandre Machado (@alexandrejbrj) - reprodução de @JardimBotanicoRJ/FacebookOlha que lugar lindo!

O cartão postal também é bastante conhecido pelas palmeiras imperiais plantadas desde a chegada da família real portuguesa ao Brasil. Além disso, abriga um dos mais importantes institutos de pesquisas em botânica e biodiversidade vegetal do mundo.

No início do Século 19, o parque foi inicialmente utilizado para reproduzir as famosas especiarias da Companhia das Índias Orientais, trazidas ao país pelos portugueses, como noz-moscada, canela e primeiro do reino.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


Que tal curtir estes outros rolés no RJ?

Compartilhe: