Abaixo-assinado pede suspensão da licitação de transportes em SP

Pedido é que contratos só sejam firmados depois que fatores importantes da relação entre prefeitura e empresas forem esclarecidos à população

Por: Redação | Comunicar erro

Após as manifestações contra o aumento da tarifa do transporte público em São Paulo e a posterior revogação desse aumento, paira no ar a questão sobre o que vem a seguir. Por isso, um abaixo-assinado pede que seja suspensa a licitação que vai contratar as novas empresas responsáveis pelos ônibus da capital.

transparência hacker
O pedido é que o prazo para realização da Consulta Pública – quando a Prefeitura recebe sugestões e opiniões para a elaboração do edital – seja adiado novamente. Um dos pontos mais criticados é o valor do contrato, estimado em R$46 bilhões.

O texto defende que, até que a sociedade civil possa participar de fato do processo – ou talvez entendê-lo –, nenhuma empresa seja contratada e que o contrato não seja firmado. “Vamos fazer um grande debate – participativo, transparente e representativo – para construir, juntos, a mobilidade que queremos”, diz o abaixo-assinado.

Entre as demandas estão a abertura das informações atuais para que as mudanças possam ser pensadas com cautela. “Queremos participar desse processo, que não é simples de entender. Claro que queremos que as mudanças venham rápido, mas precisamos de tempo para ler documentos e articular pessoas”, diz o pedido.

Quem quiser ler o texto completo pode entrar na página do abaixo-assinado, onde também é possível contribuir com assinaturas.