Metrô reduz em R$ 287 milhões gasto com expansão em um ano

Por: Catraca Livre Comunicar erro

O Metrô de São Paulo diminuiu em 27% (de R$ 1,07 bilhão para R$ 783,38 milhões) o valor investido na expansão de sua rede entre janeiro e abril de 2015 e o mesmo período deste ano.

Isso significa dizer que, em um ano, R$ 287,42 milhões foram gastos a menos na construção de novas linhas e estações.

É o que aponta levantamento inédito feito pelo Fiquem Sabendo com base em dados do metrô obtidos por meio da Lei Federal nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação). (Veja, abaixo, a representação gráfica desses números.)

Nenhum trecho de linha foi inaugurado em 2015

Não houve a inauguração de nenhuma nova estação do metrô em 2015.

Em agosto, o monotrilho da linha 15-prata começou a sua operação comercial, entre as estações Oratório e Vila Prudente, na zona leste. Esse trecho tinha sido inaugurado em 2014 e, desde então, estava em fase de testes, em horário reduzido, sem cobrança de tarifa.

O ano passado foi também marcado pela retração da economia do Estado de São Paulo, fortemente impactada pela crise econômica do país. O PIB (Produto Interno Bruto) paulista caiu 4,1% em relação a 2014, segundo a Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), ligada ao governo estadual.

Veja aqui a íntegra da reportagem.

Compartilhe: