Plataforma digital vai monitorar, acompanhar e propor políticas públicas para a periferia

Por: Redação Comunicar erro

No dia 20 de dezembro, às 15h, no CEU Cantos do Amanhecer, zona sul de São Paulo, acontecerá o lançamento do Observatório Popular de Direitos, plataforma digital que objetiva monitorar, acompanhar e propor políticas sociais nas periferias da cidade. Na ocasião, também haverá apresentação do grupo Periferias Ancestrais.

Zé Carlos Barretta/ Flickr
Plataforma digital pretende criar diálogo entre poder público e movimentos populares

A plataforma foi criada por uma série de movimentos populares da zona sul de São Paulo em parceria com a prefeitura.

O objetivo é criar um canal entre a Secretaria Municipal de Direitos Humanos, a Coordenadoria da Juventude e militantes dos movimentos populares ligados à comunidades periféricas, indígenas, de terreiro e povos tradicionais.

No site, o usuário também poderá enviar reportagens de áudio gratuitamente utilizando celulares ou telefones públicos.

Entre agosto e dezembro de 2013, foram realizados encontros que debateram e analisam as políticas públicas voltadas para a região, abordando economia solidária, assistência social, direitos humanos e educação popular.

Em 2014, a ideia é discutir segurança pública, saúde e mulher.

Acompanhe a agência Sola Trindade e a página do Percurso em Defesa da Diversidade Cultural para mais informações.