Segundo uma pesquisa da Editora Guiya, Belo Horizonte tem o segundo maior circuito LGBT do Brasil, à frente do Rio de Janeiro e atrás apenas de São Paulo. Com mais 60 locais assumidamente aliados à bandeira arco-íris, a capital mineira também é dona de uma das maiores Paradas do Orgulho LGBT do país, a qual, neste ano, contou com cerca de 100 mil pessoas.

Na cidade, duas áreas já são reconhecidas como regiões LGBT-frendly: o bairro da Savassi e o Centro, mas tem muito local espalhado pela Belory Hills que andam lado a lado com a diversidade. Pensando na relevância do lugar como destino acolhedor da comunidade, o Catraca Livre selecionou alguns points coloridos para curtir na Terra do Pão de Queijo. Confira:

1. Café Belas Artes
Rua Gonçalves Dias, 1.581 - Lourdes
Segunda a domingo, das 12h às 22h

O café funciona junto ao Cinema Belas Artes e é uma opção para antes ou depois de um filme ou para apenas encontrar os amigos. No espaço, a livraria e a lojinha de produtos contam com cartazes, cadernetas, ímãs e publicações ligadas ao mundo do cinema.

2. Velma
Av. Silviano Brandão, 2551 - Horto
Sexta e sábado, das 23h às 5h

Créditos: Thamara Silva

Velma - Danceteria e Casa de Drinks

A casa noturna caminha para se tornar um lugar retrô, inspirada nos anos 20 e com vibes dos anos 80. É um local aberto à diversidade, com uma extensa carta de drinks clássicos. O preço da entrada varia entre R$10 e R$20, a cerveja long neck custa R$7 e os drinks entre R$15 e R$20.

3. Zona Last
Rua Pouso Alegre, 2952 - Santa Tereza
Quinta a sábado, das 19h às 1h

Créditos: Bruna Brandão

Zona Last

O bar apresenta a proposta de revitalização da cidade e ocupação do espaço público. É um lugar livre a todos os públicos e que conversa com o entorno, formando o chamado "Corredor da Leste". O Zona Last tem drinks que variam entre R$10 e R$18, cervejas long necks a R$6 e petiscos a partir de R$10. É um lugar para se divertir, dançar ao som dos DJs convidados e ocupar a rua.

4. Gruta
Rua Pitangui 3613c - Horto
Consulte a programação do espaço para informações de horários de eventos

A Gruta está sob nova direção! Com 16 anos de existência, reúne espetáculos, ensaios, encontros, reuniões, oficinas, shows e muitas festas. Os novos organizadores lutam pela melhoria de problemas do espaço, por meio de um financiamento coletivo.

5. Café com Letras (Savassi e Liberdade)
Rua Antônio de Albuquerque, 781 - Savassi
Segunda a quinta, das 12h a meia-noite, sexta e sábado, das 12h a 1h, e domingo, das 17h às 23h
Praça da Liberdade, 450 - Funcionários (Centro Cultural Banco do Brasil)
Quarta a segunda, das 10h às 21h

1/6

Crédito da imagem: Samira Motta

Café com Letras da Savassi

2/6

Crédito da imagem: Samira Motta

Café com Letras da Savassi

3/6

Crédito da imagem: Samira Motta

Café com Letras da Savassi

4/6

Crédito da imagem: Samira Motta

Café com Letras da Liberdade

5/6

Crédito da imagem: Samira Motta

Café com Letras da Liberdade

6/6

Crédito da imagem: Samira Motta

Café com Letras da Liberdade

  • Crédito da imagem: Samira Motta

    1/6

    Café com Letras da Savassi

  • Crédito da imagem: Samira Motta

    2/6

    Café com Letras da Savassi

  • Crédito da imagem: Samira Motta

    3/6

    Café com Letras da Savassi

  • Crédito da imagem: Samira Motta

    4/6

    Café com Letras da Liberdade

  • Crédito da imagem: Samira Motta

    5/6

    Café com Letras da Liberdade

  • Crédito da imagem: Samira Motta

    6/6

    Café com Letras da Liberdade

As duas unidades tratam de um misto de café e restaurante, que conta com apresentações de bandas e DJs. O cardápio inclui opções como risoto de legumes e presunto de Parma (R$ 33) e espaguete com carne de sol e creme de abóbora (R$ 23).

6. Bombshell 
Rua Sergipe, 1.395 - Savassi
Domingo e segunda, das 18h a meia-noite; terça a sábado, das 18h a 1h

Essa dica é para o público mais alternativo que curte festas com um som mais underground. O carro chefe da casa é o drink O Demônio, uma caipirinha de limão, canela, mel e vodka, que pode ser substituída por cachaça.

7. Pajubar
Av. Santos Dumont, 360 - Centro
Quinta a sábado, das 18h a 1h

Localizado no baixo centro, o lugar é um mix de bar e "balada"e vem atraindo a atenção dos modernos da cidade. Um espaço dinâmico dividido entre um balcão que vai de uma ponta a outra do bar, mesas altas, mesão comunitário, arquibancada e o calçadão! A decoração tem inspiração industrial com tubulações expostas, revestimentos mais brutos, iluminação com peças aparentes sobre uma paleta de cores em preto e rosa.

1/3

Crédito da imagem: Mário Aguilar

Pajubar

2/3

Crédito da imagem: Felipe Gontijo

Pajubar

3/3

Crédito da imagem: Felipe Gontijo

Pajubar

  • Crédito da imagem: Mário Aguilar

    1/3

    Pajubar

  • Crédito da imagem: Felipe Gontijo

    2/3

    Pajubar

  • Crédito da imagem: Felipe Gontijo

    3/3

    Pajubar

A programação da casa é variada passando por DJs, shows, festas e lançamentos de moda. O menu é enxuto, mas na medida certa, numa fusão da culinária espanhola e mineira. Pra beber a dica é a gim tônica de hibisco que leva gim, água tônica, flor de hibisco e xarope de romã.


  • Quer mais, @? Confira essa lista de bares:

13 bares para aproveitar a noite de Belo Horizonte