O Centro de Criatividade de Curitiba funciona como um laboratório de criação, com diversos ateliês e cursos das mais variadas modalidades artísticas. No Centro de Criatividade estão instalados o Teatro Cleon Jacques, espaço alternativo para as artes cênicas, o Ateliê de Escultura e a Casa da Leitura Augusto Stresser, unidade dedicada à literatura. O Centro de Criatividade também dispõe de salas de exposições temporárias. Possui aproximadamente 2.400 metros quadrados de área construída e forma o principal equipamento do Parque São Lourenço, numa área total de 230 mil metros quadrados.

Inaugurado em 14 de dezembro de 1973, nas antigas instalações da fábrica de cola e beneficiamento de couro Boutin, o Centro de Criatividade de Curitiba foi um marco das inovações culturais vividas pela cidade naquela década. O espaço tornou-se um importante núcleo de discussão de arte e cultura. Abrigou os primeiros ateliês e mostras de gravuras, por onde passaram grandes artistas e nomes reconhecidos no cenário nacional. Ainda hoje funciona com o objetivo de estimular a criação, constituindo-se em importante centro de pesquisas e de desenvolvimento da criatividade em suas mais variadas formas.