A Galeria Tina Zappoli mistura com harmoniosamente Arte Popular com Arte Moderna e Contemporânea. Fundada em 1981,  inicialmente, o acervo privilegiava os artistas modernistas estabelecidas no século XX , mas logo adquiriu um caráter mais contemporâneo. Ao longo de sua trajetória circulou com a obra de Iberê Camargo, artista que representou até sua morte, em 1994. Depois disso, a galeria foi aos poucos introduzindo Arte Popular Brasileira ao seu acervo, uma das paixões de seus proprietários: o fotógrafo Marinho Neto e a galerista e sócia fundadora Tina Zappoli.