Inaugurado em 18 de março de 2010, o Museu Casa Eduardo Ribeiro, recupera a história pessoal, militar e administrativa do maranhense, considerado o grande transformador da capital amazonense. Foi adquirido por particulares depois de sua morte e pelo Governo da União federal, em 1961 e em 2002 foi cedido ao estado por meio de comodato, através da Secretaria de Estado de Cultura, para os fins específicos de recuperação da memória da cidade e da história da medicina.

Está localizado em uma área de interesse de preservação, no Centro Histórico de Manaus. Possui uma exposição permanente de mobiliário residencial de época, objetos de uso pessoal e de arte que procuram recriar o modo de vida do final do século XIX e início do século XX, época em que viveu Eduardo Gonçalves Ribeiro. As salas e aposentos tomam o nome de fatos e personagens considerados relevantes na vida do ex-governador e seus antigos proprietários.

Na mesma casa considerando o uso posterior do imóvel, está instalada a sede da Academia Amazonense de Medicina, fundada em 1980, na qual podem ser encontradas informações sobre a história da medicina no Amazonas, disponibilizadas em linguagem digital.