No prédio de projeto inovador do arquiteto português Álvaro Siza, localizado na Avenida Padre Cacique, funciona o Museu Iberê Camargo. Por dentro, o que mais chama atenção é o extenso acervo de obras de arte contemporânea, entre as quais estão os principais trabalhos do artista que dá nome ao museu.

A Fundação Iberê Camargo foi criada em 1995, um ano após a morte do artista nascido em Restinga Seca, interior do Rio Grande do Sul, e um dos maiores nomes da arte brasileira do século XX. Boa parte de sua ampla produção faz parte do acervo do museu, que também procura incentivar a reflexão sobre a produção contemporânea, enriquecido por obras e documentos da Coleção Maria Coussirat Camargo.

Além dos três andares e nove salas de exposição do museu, inaugurado em 2008, outro atrativo é vista privilegiada para o pôr-do-sol e para o Guaíba.