Conhecidas popularmente como Praça da Policia as praças têm história peculiar na formação urbana da cidade de Manaus.
Vários nomes foram dados ao logradouro. Chamou-se Largo do Palacete porque naquele lugar ficava localizado o prédio do Palacete, onde moraram e cumpriram missões de governo os presidentes da província do Amazonas, até 1888.

Em 1872, recebeu o nome de Largo 28 de Setembro, homenagem a Lei do Ventre Livre, de 1871.Denominou-se, ainda, Largo do Liceu, pelo fato de estar diante do Liceu amazonense, escola secundária erguida em 1886, que depois recebeu o nome de Ginásio; Pedro II.

No dia 1º de dezembro de 1953, recebeu a denominação oficial, que ainda guarda nos dias de hoje Praça Heliodoro Balbi, quando era prefeito de Manaus o Dr. Aluizio Marques Brasil.Heliodoro Balbi, político e jornalista combativo, foi figura emblemática na região durante muitos anos. Professor de Literatura do Ginásio Amazonense Pedro II, integrou o grupo de fundação da Academia Amazonense de Letras, em 1918.