2XSHAW: peças premiadas homenageiam obra de Bernard Shaw

Leitores VilaMundo e Catraca Livre têm desconto nos ingressos

Por: Redação Comunicar erro

Amigas há 30 anos, as atrizes Clara Carvalho e Chris Couto, voltam ao Teatro Aliança Francesa. Desta vez, para homenagear os 70 anos de morte de George Bernard Shaw (1856-1950). Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura e do Oscar, o dramaturgo irlandês tem duas de suas obras em foco no projeto 2XSHAW.

2XSHAW
Crédito: Ronaldo Gutierrez2XSHAW lembra os 70 anos da morte do dramaturgo Bernard Shaw

A Profissão da Sra. Warren

A tragicomédia “A Profissão da Sra. Warren“, dirigida por Marco Antônio Pâmio, retrata um embate moral. Quando a recém-formada Vivie Warren reencontra sua mãe, descobre que todo seu estilo de vida fora financiado pelos frutos dos bordéis administrados pela Sra. Warren. A montagem venceu assim o prêmio Aplauso Brasil  de melhor atriz para Clara Carvalho e melhor figurino para Fábio Namatame.

Shaw usa a peça como uma forma de criticar um mundo que condenou mulheres como a Sra. Warren a uma vida de pobreza, trabalhos insalubres e morte prematura. A realidade as deixa assim com poucas possibilidades de sobrevivência. Shaw analisa o lugar das mulheres na sociedade de uma forma que antecipa o movimento feminista do século XX.

O espetáculo fica em cartaz de 10 de agosto a 30 de setembro, sábados e segundas às 20h30 e domingos às 19h. Os ingressos custam R$ 50 e R$ 30, dependendo do setor, mas apresentando esta matéria na bilheteria, leitores VilaMundo e Catraca Livre pagam apenas R$ 20 e R$ 12, respectivamente.

Crédito: Ronaldo GutierrezEscrita entre 1893 e 1894, “A Profissão da Sra. Warren” foi proibida de ser encenada na Inglaterra e nos Estados Unidos no começo do Século 20

A Milionária

Já “A Milionária” tem direção de Thiago Ledier. O texto começa com Epifânia, uma das mulheres mais ricas da Europa, reunindo-se com seu advogado para discutir seu provável suicídio. Ela casa com base em um desafio proposto pelo pai, mas perde interesse no marido e se apaixona por outro homem. Este novo casamento lhe custaria outro desafio e a reflexão sobre sua condição social.

A peça pode ser definida como uma comédia didática sobre poder e dinheiro. Num cruzamento histórico trágico com a Segunda Guerra, Shaw levou quatro anos para escrever o texto. O trabalho acaba então finalizado aos quase 80 anos de idade, em 1936. O texto traz temas muito atuais como a concentração de renda e direitos dos trabalhadores.

“A Milionária” foi vencedora do prêmio Shell de melhor atriz para Chris Couto. A peça fica em cartaz de 15 de agosto  a 27 de setembro, quintas e sextas, às 20h30. Os ingressos também são vendidos a R$ 50 e R$ 30, mas caem para R$ 20 e R$ 12 com a apresentação da matéria na compra.

Crédito: Ronaldo GutierrezA peça “A Milionária” pode ser definida como uma comédia didática sobre poder e dinheiro