Cia Epigenia comemora 18 anos no Teatro Cacilda Becker 

Por: Redação
Até
25
de novembro 2018
Sexta - Sábado
Hoillywood: sextas e sábados, às 21h e domingos, às 19h
Casa de Caramulho: sábados e domingos - às 16h

A Prefeitura de São Paulo, Secretaria Municipal de Cultura e Cia Teatro Epigenia apresentam Cia Epigenia comemora 18 anos no Teatro Cacilda Becker em novembro. Com duas peças em cartaz a Companhia possui 18 anos de atividade com espetáculos de referência artísticos premiados e com reconhecimento de público e crítica. Alguns projetos, nos últimos 05 anos, sempre com a direção artística de Gustavo Paso, fundador e idealizador dos projetos junto a produtora e atriz Luciana Favero.

Hollywood
HollywoodMatheus José Maria
Casa de Caramujo
Casa de CaramujoGuga Melgar

Em parceria com a Chave VilaMundo a Cia oferece desconto especial para nossos leitores. Pegue os cupons aqui.

Conheça as peças em cartaz:

HOLLYWOOD

Hollywood de David Mamet com direção de Gustavo Paso faz terceira temporada, de 02 a 25 de novembro, no Teatro Cacilda Becker.

Na peça, dois executivos ávidos por um sucesso de bilheteria, incorporam muitos estereótipos de outros personagens de David Mamet: trapaceiros, mascates, vigaristas e gangsteres. Mesmo assim, sem ao certo se saber se é verdade ou mais uma canalhice, eles mostram que querem conectar-se, compartilhar ideias e demonstram até certa dignidade. Porém, o texto faz alguns questionamentos: qual o papel das artes no mundo? O que é arte e o que é comercio?

CASA CARAMUJO

A peça, que aborda a vida e seus ciclos, segue para o complemento de sua estreia na capital paulista, no Teatro Cacilda Becker, de 03 a 25 de novembro.

Ao perceber que poderá perder sua mãe doente, um menino enfrenta a “morte” e consegue aprisioná-la dentro de uma casa de caramujo, que havia sido deixada pelo seu dono (Caramujo) para se banhar. Quando retorna para casa, encontra sua mãe com uma saúde de ferro. Mas, aos poucos, eles e todos os moradores do lugar começam a se deparar com um fato: ninguém consegue mais colher frutos, legumes, verduras e pescar. Aprisionada, a morte deixa de agir e ninguém mais consegue se alimentar, quebrando, assim, o ciclo da vida. O menino então precisa mergulhar no fundo das águas e, com ajuda do Caramujo, resgatar a sua casa e a dona morte. Em agradecimento ao seu ato de coragem, ela informa que deixará a mãe ficar com ele por alguns bons anos.

Compartilhe: