Site conecta startups que precisam de apoio a investidores em potencial

A ideia é ajudar empresas que estão começando a criar engajamento e manter a proximidade com possíveis mentores e invetidores

Por: Redação | Comunicar erro

Conectar pessoas com ideia originais e vontade de empreender a empresas e fundações dispostas a investir. Essa é a missão do Broota, uma plataforma criada em  junho deste ano por Frederico Rizzo.

Com 15 startups de sucesso em seu portfólio e uma rede com cerca de 300 potenciais investidores, o site trabalha com Títulos de Dívida Conversíveis. O investidor fica como credor de uma ‘dívida’, no primeiro momento da parceria, mas tem a opção de convertê-la em participação na empresa apoiada.

Reprodução
A ideia de criar o Broota surgiu a partir de uma necessidade pessoal que Rizzo vivenciou muitas vezes como empreendedor

O sistema foi pensado para evitar a burocracia e os riscos que poderiam acabar afastando investidores. O método costuma ser utilizado também por ‘investidores-anjos’, ‘aceleradoras’ e ‘fundos de capital’, acostumados a lidar com startups.

Utilizar o Broota é fácil. O empreendedor em busca de financiamento e mentoria cadastra o perfil de sua startup, explicando o modelo de negócio, diferenciais competitivos e as razões pelas quais precisa de apoio.

Já os interessados em investir em um negócio que está começando, precisam comprovar mais de R$ 300 mil em ativos financeiros, e devem descrever sua atuação profissional, informando em quais áreas temáticas e cidades gostaria de encontrar oportunidades de investimento.

Você sabe o que é ‘equity crowdfunding’?

O crowdfunding tradicional mobiliza diversas pessoas para apoiar um projeto ou iniciativa com pequenas quantidades de dinheiro, e em troca oferece uma recompensa. O ‘equity crowdfunding’ segue na mesma linha, mas é voltado para micro e pequenas empresas. O objetivo é que as startups consigam captar valores entre R$ 150 e R$ 500, de um ou mais investidores. No lugar da recompensa, esses apoiadores tem a opção de se tornarem sócios da empresa apoiada.

 

Compartilhe: