Concurso premia propostas para o enfrentamento da violência doméstica contra crianças

Do nosso parceiro Rede Nacional Primeira Infância

crédito: shutterstock
Não bata, eduque!

A Rede Não Bata, Eduque promove o concurso cultural “Não Bata, Eduque 2015″. Para participar, os concorrentes devem usar a criatividade e elaborar propostas e ideias para o enfrentamento da violência doméstica e interpessoal contra crianças e adolescentes. Todas as criações devem seguir o tema “Bater e humilhar não é legal. Como posso mudar isso?”. O prazo de inscrições se encerra no dia 9 de setembro.

Serão três categorias nas quais os participantes poderão concorrer: crianças , adolescentes  e jovens . As formas de apresentação dos trabalhos serão escolhidas pelos participantes de acordo com seu interesse. Podem ser técnica livre (que contempla desenho, pintura, colagem, criações no computador ou qualquer outra forma artística gráfica), fotografia, grafite, memes ou vídeo e animação. Veja aqui o regulamento completo.

Os melhores trabalhos serão premiados e encaminhados para uma exposição para o público no Memorial Getúlio Vargas, a partir da parceria com a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. Além disso, a Rede ‘Não Bata, Eduque’ divulgará o conteúdo produzido no concurso cultural nos meios de comunicação e disseminação utilizados para divulgar sua campanha nacional (site, redes sociais, boletins, palestras e seminários).

O objetivo da Rede Não Bata, Eduque na realização do concurso é discutir a banalização e aceitação do uso dos castigos físicos e humilhantes contra crianças e adolescentes através da participação da sociedade com ideias que estimularão uma reflexão sobre o problema da agressão como forma de educar.

Compartilhe:

1 / 2
1
02:01
As mentiras sobre as vacinas matam
Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador da Anvisa,  fala sobre as mentiras sobre as vacinas e o quanto o calendário …
2
05:29
Como o estresse interfere na saúde do bebê
Claudio Basbaum, obstetra na Maternidade de São Luiz, é conhecido como o médico que implantou no Brasil o parto humanizado. Esse …