CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

1ª Mostra Cultural da Cooperifa está recheada de atrações

Por: Redação

O poeta Sérgio Vaz, desde que fundou a Cooperativa Cultural da Periferia (Cooperifa) em 2000, tem provado que a cena cultural paulistana extrapola os limites do centro. Se até então a periferia estampava as manchetes dos jornais apenas como um cenário de barbárie e violência, agora ela se revela como um grande celeiro de talentos, com jovens poetas, cantores e DJs que fazem o caminho inverso ao atrair público de bairros de classe média para os distritos afastados.

divulgaçãoO Teatro Mágico é uma das atrações
O Teatro Mágico é uma das atrações

Prova disso é a primeira edição da Mostra Cultural da Cooperifa que acontece entre os dias 18 e 23 de novembro na Casa Popular de Cultura de M´Boi Mirim e nos CEUs Campo Limpo e Casa Blanca. “Vai ser uma semana inteira com teatro, literatura, cinema, dança, exposições de pinturas e grafites, feira de livros independentes, saraus e música”, escreveu Sérgio em seu blog. Apresentações do grupo Teatro Mágico e Z´África Brasil estão confirmadas, assim como debates sobre literatura e cinema da periferia – com a participação de nomes como o escritor Ferréz e a jornalista Eliane Brum.

Difundir o bem
Com uma dose de criatividade e muita força de vontade, Sérgio consegue disseminar iniciativas que surtem um grande efeito em comunidades acostumadas a não ter quase nada. Desde 2005, ele promove o Sarau da Cooperifa no Bar do Zé Batidão (o nome deve-se ao grande número de batidas policias ocorridas no local em um passado não muito distante), no bairro de Piraporinha, na zona sul.

O encontro reúne dezenas pessoas todas às quartas-feiras, entre crianças, adultos e idosos como o Lourival, que recitam poemas famosos ou de autoria própria. O sucesso do encontro inspirou iniciativas semelhantes nas periferias de Belo Horizonte, o ColetiVoz, e de Porto Alegre, o Sarau do Bezerra.

Programação:

Teatro

Dia 18

16h: Debate- Cultura na Periferia e Produção Cultural da Periferia?
18h: Abertura Oficial
20h: Teatro Mágico
CEU Casa Blanca
R. João Damasceno, 85 – Vila das Belezas – Sul. Telefone: s/ tel.

Literatura

Dia 19

17h: Debate- Existe uma Escrita Periférica?
Casa Popular de Cultura M’Boi Mirim
Av. Inácio Dias da Silva, s/ nº – Piraporinha – Sul. Telefone: 5514-3408.

20h30: Sarau da Cooperifa
Bar do Zé Batidão
R. Bartolomeu dos Santos, 797 – Chácara Santana – Sul. Telefone: s/ tel.

Cinema

Dia 20

14h: Sessão de Cinema: Curtas Africanos
17h: Debate- Cinema na Periferia
18h: Sessão de Cinema- Curtas
CEU Campo Limpo
Av. Carlos Lacerda, 678 – Campo Limpo – Oeste. Telefone: s/ tel.

Dança

Dia 21

17h: Debate- Realidade e Ficção no Cotidiano da Periferia.
20h: Espetáculo- Páginas de uma História, Grupo Espírito de Zumbi.
21, 21h: Instituto Umoja
CEU Campo Limpo
Av. Carlos Lacerda, 678 – Campo Limpo – Oeste. Telefone: s/ tel.

Caldeirão Cultural

Dia 22

11h: Feira e Exposições
17h: Debate- Literatura Periférica: Quem escreve? Quem lê? Quem critica?
19h: Sarau da Cooperifa e Convidados
CEU Campo Limpo
Av. Carlos Lacerda, 678 – Campo Limpo – Oeste. Telefone: s/ tel.

Música

Dia 23

16h: Wesley Nóog
17h: Periafricania
18h: Banda Preto Soul
19h: Versão Popular
20h: Z’África Brasil

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.