10 motivos para lutar contra machismo e desigualdade de gênero

Por: Redação Comunicar erro

Com a popularização de campanhas feministas, a luta pelos direitos das mulheres tem ganhado cada vez mais força. O aumento das denúncias de assédio sexual, violência doméstica e estupro fortaleceu o movimento e também revelou que as agressões persistem no dia a dia de grande parte das mulheres.

Uma pesquisa mostrou que, entre janeiro e outubro de 2015, o Brasil registrou 63.090 denúncias de violência contra a mulher, número equivalente a um relato a cada 7 minutos. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), a partir dos relatos recebidos no Ligue 180.

O número de denúncias de violência contra a mulher cresceu nos últimos anos

A Lei Maria da Penha foi uma das grandes responsáveis por incentivar o crescimento das denúncias: entre 2006 (quando foi sancionada) e 2014, houve aumento de 600%.

Ainda assim, muitas vítimas não conseguem procurar ajuda, seja por medo de sofrerem outros abusos ou por estarem muito abaladas física ou psicologicamente.

Para apoiar o movimento, o Catraca Livre selecionou 10 motivos que explicitam a necessidade de combater o machismo e a violência contra a mulher. Confira:

  1. Uma mulher é estuprada a cada três horas no Brasil
  2. No Brasil, há uma denúncia de violência contra a mulher a cada sete minutos
  3. Todos os dias, violência doméstica mata cinco mulheres por hora em todo o mundo
  4. Só em 2095: mulheres vão levar 80 anos para ter salário igual aos homens, diz pesquisa
  5. Pesquisa revela que mulheres recebem 74,5% do salário dos homens no Brasil
  6. 61% dos homens acham que mulher solteira no Carnaval não pode reclamar de ser cantada
  7. Cresce número de denúncias de abuso sexual no metrô de SP
  8. Pesquisa aborda o machismo e violência contra a mulher na periferia
  9. Os números do machismo no Brasil: pesquisa revela opinião de jovens entre 16 a 24 anos
  10. Vídeo evidencia a escassa presença feminina nos centros de poder

Compartilhe:

Tags: #machismo
1 / 8
1
08:31
Lobão explica como funciona a mente de Olavo de Carvalho
Em entrevista ao vivo no estúdio da Catraca Livre para o jornalista Gilberto Dimenstein, o cantor Lobão, ex-afeto de Olavo …
2
03:39
Alter do Chão sofre com incêndio de grandes proporções
As chamas que consomem uma área de preservação ambiental de Alter do Chão, em Santarém, no Pará, voltaram a se …
3
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
4
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
5
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
6
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
7
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …
8
06:21
Prefeito do Rio censura HQ dos Vingadores por conta de beijo gay
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, mandou recolher todos os exemplares do gibi “Vingadores – A Cruzada das …