64% dos brasileiros defendem que aborto é decisão da mulher

A pesquisa foi realizada pelo IBOPE Inteligência, em parceria com o grupo Católicas pelo Direito de Decidir

Por: Redação

64% dos brasileiros defendem que o aborto deve ser escolha exclusiva da mulher, de acordo com uma pesquisa do IBOPE Inteligência, em parceria com o grupo Católicas pelo Direito de Decidir (CDD), divulgada nesta terça-feira, dia 4.

O levantamento mostra também que 9% da população acredita que a decisão de interromper a gravidez deve ser dos maridos ou parceiros; 6% do Judiciário; 4% da Igreja; 1% da Presidência da República e 1% do Congresso Nacional.

9% da população acredita que a decisão do aborto é dos maridos ou parceiros
Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil9% da população acredita que a decisão do aborto é dos maridos ou parceiros

Para fazer o estudo, foram entrevistadas 2 mil pessoas de 143 municípios do Brasil, entre homens e mulheres, de 16 a 65 anos ou mais.

Ao Correio Braziliense, a coordenadora do CDD, Rosângela Talib, disse que esses números mostram que, para a sociedade, a vida reprodutiva da mulher é uma questão privada e não de instituições.

“É importante que os deputados, senadores e o presidente conheçam o posicionamento da sociedade, que não condiz com o que está sendo estipulado por nossas lideranças”, reiterou Talib ao jornal.

Em relação aos líderes religiosos, 65% acreditam na autonomia da mulher para escolherem se querem ou não abortar; enquanto 58% dos evangélicos têm a mesma opinião.

Projeto

No Dia Internacional da Mulher, 8 de março, o PSOL e o Instituto Anis protocolaram uma ação de descumprimento de preceitos fundamentais (ADPF) no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar descriminalizar o aborto até a 12ª semana de gestação, em qualquer situação. Saiba mais aqui.

Hoje, a interrupção da gravidez é permitida em apenas três situações: em caso de estupro, risco de morte para a mãe ou se o feto for diagnosticado com anencefalia, uma doença causada pela má formação do cérebro do feto na gestação.

  • Leia mais: