Acusado de feminicídio pagou R$ 150 para homem ocultar cadáver

O ex-marido não aceitava o término do relacionamento

Por: Redação | Comunicar erro

O principal suspeito do assassinato da cabeleireira Carine Alves Lobo, de 29 anos, Evânio Oliveira Santos, ex-marido da vítima, teria pago R$ 150 a outro homem, conhecido como Luizinho, para ocultar o corpo de Carine.

Ela foi encontrada estrangulada no Dia Internacional da Mulher, em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. Evânio, que estava em liberdade condicional, não aceitava o fim do relacionamento.

Segundo informações do jornal “Extra”, ele foi preso e autuado em flagrante pela delegada Fernanda Noedem, da Delegacia de Homicídios da Capital. O ex-companheiro confessou o crime e possui antecedentes de violência doméstica.

A cabeleireira tinha dois salões de beleza e morava em Senador Camará, também na Zona Oeste do Rio. O corpo foi encontrado dentro de um carro enrolado num lençol.

Feminicídio

Desde 2015 existe uma lei que considera o feminicídio crime hediondo com pena de 12 a 30 anos de prisão. Feminicídio é o homicídio de mulheres como crime hediondo quando envolve menosprezo ou discriminação à condição de mulher e violência doméstica e familiar. A lei define feminicídio como “o assassinato de uma mulher cometido por razões da condição de sexo feminino”, e a pena prevista para o homicídio qualificado é de reclusão de 12 a 30 anos.

Compartilhe:

Tags: #feminicidio
1 / 8
1
06:25
VazaJato: Moro chama integrantes do MBL de tontos e depois se desculpa
Em áudio publicado pelo perfil do Movimento Brasil Livre no Instagram o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, …
2
02:42
STF adia julgamento que pode tirar Lula da cadeia
O Supremo Tribunal Federal (STF) resolveu adiar o julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Lula, que estava previsto para …
3
02:20
Novas regras para o uso de patinetes elétricas em SP
A prefeitura de São Paulo definiu novas regras para o uso de patinetes elétricas compartilhadas na cidade. Entre as  determinações …
4
08:30
Intercept: os principais pontos do depoimento de Moro no Senado
O ministro da Justiça, Sergio Moro, prestou esclarecimentos em audiência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça do Senado) sobre …
5
04:04
E se Carlos Bolsonaro fosse gay?
O ex-deputado Jean Wyllys fez uma série de posts em sua rede social apontando que Carlos Bolsonaro, o filho 02 …
6
03:02
Empresas usaram disparos no WhatsApp durante eleição de Bolsonaro
Uma reportagem publicada pela Folha de S. Paulo mostra que empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para …
7
01:49
Senado diz não e derruba o decreto de armas de Bolsonaro
O Senado votou na terça-feira, 18, o parecer que pede pela suspensão dos decretos que flexibilizam o porte e a …
8
03:54
Bancada do PSL passa vergonha ao convocar e desconvocar Glen Greenwald
O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) apresentou na quarta-feira, dia 12, um requerimento na Comissão de Segurança Pública da Câmara …