Após 50 mil mortos, Bolsonaro diz que ‘há um pouco de exagero’

O presidente disse que governadores e prefeitos erraram 'lá atrás' nas ações contra o coronavírus e pediu novamente a reabertura do comércio

Por: Redação

Após o Brasil ultrapassar 50 mil mortos pelo novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta segunda-feira, 22, depois de participar de um evento em Brasília, que “talvez tenha havido um pouco de exagero” nas ações de combate à pandemia no país.

bolsonaro
Crédito: Isac Nobrega/PRApós 50 mil mortos, Bolsonaro diz que há ‘um pouco de exagero’

Segundo Bolsonaro, a Organização Mundial de Saúde (OMS) cometeu erros, mas não disse quais e ainda destacou que surgem novas informações no “mundo todo”.

“A gente apela aqui aos senhores governadores e prefeitos que obviamente com responsabilidade comecem a abrir o comércio. Porque novas informações vêm do mundo todo, vêm da OMS, através dos seus equívocos, que talvez tenha havido um pouco de exagero no trato dessa questão lá atrás”, afirmou Bolsonaro.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Até o início da tarde desta segunda-feira, o Brasil somava 50.737 mortes causadas pelo coronavírus.

Bolsonaro ainda voltou a dizer que as medidas de isolamento devem ser relaxadas por prejudicarem a economia, mesmo elas sendo defendidas pelos especialistas como a forma mais eficaz de se salvar vidar, enquanto não surge uma vacina.”Eu sempre falei. Vida e emprego, uma coisa está completamente atrelada à outra e não podemos, em alguns locais isolados daqui do Brasil, fazer com que o efeito colateral do tratamento da pandemia seja mais danoso que a própria pandemia”, disse Bolsonaro.