Após denúncia de ‘eventos e palestras’, MP investiga Deltan e Pozzobon

Deltan e Pozzobon terão dez dias para se manifestar sobre as mensagens divulgadas pelo site The Intercept em parceria com a Folha de S. Paulo

Por: Redação Comunicar erro

Foi instaurado nesta terça-feira, 16, uma reclamação disciplinar contra os procuradores da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon, a pedido do Corregedor Nacional do Ministério Público (CNMP), Orlando Rochadel Moreira.

Os dois terão 10 dias para se manifestarem sobre supostas mensagens trocadas entre eles, segundo reportagens divulgadas pelo site The Intercept e pelo jornal Folha de S. Paulo.

Segundo notícia divulgada no domingo, 14, Deltan teria arquitetado um plano de negócios de eventos e palestras em função da visibilidade adquirida com as investigações da Lava Jato.  A reclamação foi determinada em resposta a um pedido feito pelo PT.

Crédito: Agência BrasilDeltan Dallagnol, procurador da República, tem conversas comprometedoras vazadas – Foto: Reprodução/Agência Brasil

Para o partido, o Deltan desviou da função de servidores ‘para a prática de atividades pessoais de palestrante, desvinculadas, portanto, das finalidades dos cargos ocupados’, e também ‘obtenção de vantagens adicionais aos vencimentos do cargo não previstas em lei’.

Enquanto Pozzobon teria agido com falta de “decoro pessoal, zelo e probidade, e de ilibada conduta particular, na medida em que, ao ser alertado sobre a possibilidade de investigação das atividades comerciais dos reclamados teria externado, em tom jocoso a expressão ‘Que veeeenham’.”.

Corregedor considera possibilidade de desvio

Em sua decisão, o corregedor considera que, pelo contexto analisado, é possível observar ‘eventual desvio na conduta’ de membros do Ministério Público, o que, em tese, ‘pode caracterizar falta funcional’.

O que motivará análise mais aprofundada pelo órgão responsável. “Com efeito, neste momento inicial, é necessária análise preliminar do conteúdo veiculado pela imprensa, notadamente pelo volume de informações constantes dos veículos de comunicação”, afirmou.

Com informações do blog Fausto Macedo, do Estadão.

1 / 8
1
08:31
Lobão explica como funciona a mente de Olavo de Carvalho
Em entrevista ao vivo no estúdio da Catraca Livre para o jornalista Gilberto Dimenstein, o cantor Lobão, ex-afeto de Olavo …
2
03:39
Alter do Chão sofre com incêndio de grandes proporções
As chamas que consomem uma área de preservação ambiental de Alter do Chão, em Santarém, no Pará, voltaram a se …
3
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
4
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
5
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
6
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
7
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …
8
06:21
Prefeito do Rio censura HQ dos Vingadores por conta de beijo gay
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, mandou recolher todos os exemplares do gibi “Vingadores – A Cruzada das …