Últimas notícias:

Loading...

Após iniciar ação militar contra Ucrânia, Putin ameaça quem interferir

As tensões entre os dois países já vinham aumentando nos últimos meses, por causa da aproximação da Ucrânia com a OTAN e os Estados Unidos

Por: Redação

Após iniciar uma operação militar no leste da Ucrânia, na noite desta quarta-feira, 23, (pelo horário em Brasília), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, fez um pronunciamento aos russos e afirmou que “quem tentar interferir (…) levará as consequências.

Presidente Vladmir Putin em pronunciamento após iniciar operação militar na Ucrânia
Crédito: ReproduçãoPresidente Vladmir Putin em pronunciamento após iniciar operação militar na Ucrânia

As tensões entre os dois países já vinham aumentando nos últimos meses, devido a uma aproximação da Ucrânia com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e  com os Estados Unidos.

No pronunciamento, Putin afirmou que “todas as decisões já foram tomadas e que os russos precisam se preparar para mudanças nos próximos dias”, e alertou para que nenhum outro país interfira na ação russa na região separatista na Ucrânia.

“Quem tentar interferir, ou ainda mais, criar ameaças para o nosso país e nosso povo, deve saber que a resposta da Rússia será imediata e levará a consequências como nunca antes experimentado na história”, disse o líder russo.

O presidente da Rússia também afirmou que a responsabilidade é da Ucrânia pela situação ter chegado ao extremo se fazendo necessária a ação militar. “Toda responsabilidade será do regime da Ucrânia. Todas as decisões já foram tomadas. A verdade está do nosso lado. Os objetivos serão atingidos”.

Putin ainda alertou o povo russo de que é preciso se preparar para mudanças na vida cotidiana no país, pois prevê sanções mais severas por parte dos Estados Unidos e aliados. “Será necessário se adaptar às mudanças que podem acontecer”, afirmou.

Compartilhe:

?>