Bolsonaristas atacam ato em homenagem às vítimas do coronavírus no Rio

Voluntários cavaram 100 covas rasas simbolizando as mortes no país

Por: Redação

Um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsoanaro atacou um ato da ONG Rio de Paz na manhã desta quinta-feira,11, em homenagem às vítimas do novo coronavírus no Brasil.

Voluntários cavaram 100 covas na areia da praia de Copacabana, na zona sul do Rio, e instalaram cruzes simbolizando as mortes pela covid-19 no país. O ato teve como objetivo protestar contra a sucessão de erros cometidos pelo governo Bolsonaro.

Crédito: Reprodução / TV GloboONG faz protesto na praia de Copacabana contra postura do governo diante da pandemia

Um pequeno grupo de bolsonaristas se juntou e começou a ofender os organizadores do protesto. No vídeo, publicado pela ONG nas redes sociais, mostra um senhor arrancando algumas das cruzes.

“Não pense que todo mundo é cordeiro, não. Todo mundo já acordou. (inaudível) da esquerda. Ninguém suporta mais isso. Criando terror. Isso é terror. Isso é bobagem”, diz bolsonarista, que não usava máscara.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


A gravação também mostra um dos voluntários recolocando as cruzes.

“É uma manifestação pacífica. O mesmo direito que vocês têm de tirar eu também tenho de colocar. Meu filho morreu com 25 anos. Ele era saudável. Vocês têm que respeitar a dor das pessoas”, disse o homem.

Em outro vídeo, um idoso com máscara no queixo e empurrando uma bicicleta agride os manifestantes. “Seus merdas. Fala com os governadores, com o do Pará”, diz o homem, enquanto o rapaz que filma tudo narra que “os bolsonaristas chegam ao nosso protesto”.

Compartilhe: