Últimas notícias:

Loading...

Bolsonaro de novo se recusa a responder sobre Queiroz e ataca imprensa

O presidente disse que não se arrepende de ter ameaçado o jornalista, mas considera que pode 'ter pisado na bola'

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Nesta quarta-feira, 26, durante cerimônia de religação de um alto-forno na siderúrgica Usiminas, em Ipatinga, no interior de Minas Gerais, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), novamente se recusou a responder sobre Queiroz e a primeira-dama Michelle Bolsonaro e voltou a atacar a imprensa.

bolsonaro
Crédito: Marcos Corrêa/PRBolsonaro de novo se recusa a responder sobre Queiroz e ataca imprensa

Bolsonaro foi questionado por um repórter do jornal Estado de Minas se ele se arrependia de ter dito ao jornalista do O Globo que tinha vontade de “encher a boca” dele de “porrada” e de chamar jornalistas de “bundões” .

“Não tem arrependimento aqui, não. O que eu falei, está falado. Com todo respeito, tem alguma pergunta decente para fazer? Pelo amor de Deus. Ah, você se arrepende? O que está feito, está feito. Lamento se eu pisei na bola”, respondeu o presidente.

Durante o evento, por três vezes, Bolsonaro chamou o jornalista de O Globo que estava presente cobrindo a viagem de “otário”.

O profissional representando O Globo, voltou no tema polêmico para o presidente e perguntou sobre os motivos que levaram Michelle a receber R$ 89 mil em depósitos de Queiroz e Márcia. Bolsonaro se recusou a responder e atacou o jornalista.

“Você é um otário, rapaz. Otário”, disse, o chefe do executivo brasileiro.

Sem máscara no evento, Bolsonaro voltou a causar aglomeração posando para fotos com funcionários da Usiminas.  Ipatinga é a terceira cidade de Minas com maior número de casos de covid-19, com 7.031 diagnósticos positivos para a doença, segundo boletim divulgado nesta quarta-feira, 26, pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

Entenda o caso

No último domingo, 23, ao ser questionado sobre os depósitos de Fabrício Queiroz à primeira-dama, Michelle Bolsonaro, Jair Bolsonaro (sem partido) disse que tinha vontade  de encher a boca do jornalista de porrada. Depois de diversas manifestações de repúdio, brasileiros realizaram um tuitaço fazendo a mesma pergunta endereçada ao presidente. A pergunta viralizou na web.