Série ‘Yellowstone’ é acusada pela PETA de mutilar animais

Informar

Bolsonaro diz que não haverá fusão de Agricultura e Meio Ambiente

O presidente eleito afirmou que não quer um ministro “xiita” para o Meio Ambiente

Por: Redação | Comunicar erro
Jair Bolsonaro
Crédito: Tania Rêgo/Agência BrasilBolsonaro foi criticado pela possibilidade de unir as pastas

Apos críticas, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) recuou e disse nesta quinta-feira, 1º, em entrevista a emissoras de TV católicas, que não haverá fusão dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente.

A ideia de unir as duas pastas foi cogitada dentro da equipe nos últimos dias. No entanto, houve repercussão negativa entre representantes dos dois setores e o presidente eleito sinalizou que vai voltar atrás. “Havia uma ideia de fusão, mas pelo que parece será modificada. Pelo que tudo indica, serão dois ministérios distintos”, declarou Bolsonaro.

Ele ainda afirmou que não quer um ministro “xiita” para o Meio Ambiente e que a conservação da natureza não pode ser um obstáculo para o progresso do país. “O Brasil é o país que mais protege o meio ambiente. Nós pretendemos proteger o meio ambiente, sim, mas não criar dificuldades para o nosso progresso”, explicou.

De acordo com ele, o perfil ideal de um ministro do Meio Ambiente é o de “uma pessoa voltada para proteger o meio ambiente sem o caráter xiita, como foi em outros governos”.

Na entrevista, Bolsonaro também foi questionado sobre mudanças na legislação do aborto e reiterou que vetaria um projeto que ampliasse as possibilidades legais de interrupção da gravidez. Hoje, o aborto é permitido em três casos no Brasil: se a mãe sofrer riscos de morte por causa da gravidez; se a gestação é decorrente de estupro; ou se o feto é anencéfalo.

Gisele Bündchen faz apelo em carta enviada a Jair Bolsonaro

Compartilhe: