Bolsonaro nega recuo; corte no orçamento da Educação está mantido

"A Casa Civil acaba de desmentir oficialmente o líder do PSL na Câmara. Contingenciamento no MEC segue como antes", confirmou a Folha de S.Paulo

Por: Redação

O corte no orçamento do Ministério da Educação está mantido por Jair Bolsonaro, segundo confirmou a jornalista da Folha de S.Paulo Daniela Lima. A confirmação se deu na noite desta terça-feira, 14, após aliados do governo dizerem que o presidente teria voltado atrás  no contingenciamento de 30% nas verbas de universidades e institutos federais.

Crédito: Agência BrasilBolsonaro mantem cortes na Educação

“A Casa Civil acaba de desmentir oficialmente o líder do PSL na Câmara. Contingenciamento no MEC segue como antes”, disse a jornalista em sua conta no Twitter.

O líder do PSL na Câmara, o deputado federal Delegado Waldir (PSL-GO), afirmou, mais cedo, ao portal UOL, que Bolsonaro teria ligado para o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e determinado que não haja mais cortes orçamentários no MEC.

Editorial: Somos todos #EducaçãoSim

A Casa Civil desmentiu o líder da Câmara para a Folha. Os cortes estão mantidos, o governo, desalinhado, com medo das manifestações marcadas para amanhã em todo o país.

Pelo visto, a balbúrdia não está nas universidades, diferentemente do que andou dizendo o ministro da Educação para justificar o corte de 30%.

Compartilhe: