CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Bolsonaro oficializa general Eduardo Pazuello como ministro da Saúde

É o terceiro nome no comando do ministério desde o início da pandemia do novo coronavírus

Por: Redação

O presidente Jair Bolsonaro oficializou nesta quarta-feira, 3, o general Eduardo Pazuello como ministro da Saúde. O militar já vinha comandando interinamente a parta desde o dia 15 de maio, quando Nelson Teich pediu demissão.

Pazuello era o secretário-executivo de Teich. A nomeação foi publicada hoje no Diário Oficial da União (DOU).

Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil Eduardo Pazuello é o terceiro nome no comando do ministério desde o início da pandemia do novo coronavírus

Ao assumir interinamente a pasta no mês passado, Bolsonaro afirmara que o general “vai ficar por muito tempo” no cargo. Na ocasião, o presidente disse que Pazuello é um bom gestor e tem uma boa equipe de médicos abaixo dele.

O general Eduardo Pazuello é o terceiro nome a comandar o Ministério da Saúde durante a pandemia do novo coronavírus.

Eduardo Pazuello é formado pela Aman (Academia Militar das Agulhas Negras) e serviu ao governo na gestão do ex-presidente Michel Temer (MDB).

Em 2018, Eduardo Pazello assumiu o posto de general de divisão e o comando da 12ª Região Militar no Amazonas.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Mortes “ocultas”

Uma das mudanças impostas por Pazuello como interino da pasta foi “ocultar” o número de mortes pela covid-10 nas redes sociais.

Nas gestões dos médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, o Ministério da Saúde costumava informar, por meio de suas contas no Twitter e no Facebook, os números de óbitos causados pela covid-19. Agora, para que o cidadão tenha acesso a esses dados em sua plenitude, ele precisa acessar o site do Ministério da Saúde. A informação não chega de forma direta na timeline do internauta.

Dados completos de números de infectados, de mortos, de recuperados e de brasileiros em recuperação foram trocados por um painel de gosto duvidoso chamado “Placar da Vida”. Basicamente, a nova forma que o Ministério da Saúde encontrou de falar sobre os números do coronavírus ignora a dor de milhares de brasileiros que perderam (e continuam perdendo) familiares e amigos queridos.

Além disso, outra mudança que aconteceu na divulgação dos dados foi o horário em que as informações são compartilhadas nas redes sociais. Antes, o Ministério da Saúde publicava nas redes sociais entre 17h e 19h, para dar tempo de que todo brasileiro tivesse acesso às informações antes de dormir. Agora, Pazuello tem preferido divulgar mais tarde, já próximo das 22h.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.