Bolsonaro quer volta do voto impresso já em 2022

O Brasil usa sistema eletrônico de votação desde 1996.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a afirmar que trabalhará pelo retorno do voto impresso no Brasil para que, segundo ele, “a gente possa, realmente, ter um sistema eleitoral confiável em 2022”. O Brasil usa sistema eletrônico de votação desde 1996.

Em sua live no Facebook às quintas-feiras, Bolsonaro disse que o governo possui um estudo “bastante avançado” e vai defender uma proposta de emenda à Constituição (PEC) pela volta do voto impresso.

 Presidente Jair Bolsonaro quer volta do voto impresso já nas Eleições de 2022
Créditos: Reprodução/Facebook
 Presidente Jair Bolsonaro quer volta do voto impresso já nas Eleições de 2022

Segundo Bolsonaro, o uso de papel evitaria fraudes eleitorais. “O voto impresso é a maneira que você tem de auditar, contar votos de verdade”, justificou. “Nós devemos, sim, ver o que acontece em outros países, e buscar um sistema que seja confiável por ocasião das eleições”, completou.

Esta não foi a primeira vez que Bolsonaro lançou dúvidas sobre o modelo das eleições utilizado no Brasil. Em março, o presidente afirmou que a eleição de 2018 foi fraudulenta, embora tenha saído vencedor do pleito disputado contra o petista Fernando Haddad. Apesar de afirmar possuir provas que comprovariam sua acusação, ele nunca as apresentou.

https://www.facebook.com/jairmessias.bolsonaro/videos/3656971251058394

A declaração de Bolsonaro vem na esteira da judicialização das eleições nos Estados Unidos por parte do candidato à reeleição, Donald Trump. Em um golpe judicial, ele vem questionando o sistema eleitoral norte-americano e tentando paralisar a contagem de votos em estados que favorecem o democrata Joe Biden. Nos EUA, o voto é em feito em cédulas de papel.