Entreter

Bolsonaro recebe uma facada digital de seus aliados

Por: Redação | Comunicar erro

Hackers deram uma facada digital em Jair Bolsonaro- essa a lição que se tira do episódio da tentativa de destruição do grupo “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro”.
Os hackers tiveram sucesso em tirar a página de 2 milhões de seguidoras do ar, usando a esperteza em tecnologia de informação contra mulheres sem experiência em programação. Destituíram as administradoras, mudaram o nome do grupo e passaram a fazer ali campanha do deputado. Pelas redes sociais, eles comemoraram vitória. Entenda aqui

Mas, para Bolsonaro, foi uma facada. Isso porque, em meio ao protesto, viralizou como nunca a #Hashtag EleNão – e não para de viralizar.
A rejeição do deputado é alta no geral, mas, especialmente, entre mulheres. Mais ainda ainda entre mulheres jovens. Veja neste gráfico do Datafolha.

A invasão à página foi feita por homens, que se associam à imagem de crime – afinal, hackear é crise – e violência. Ou seja, reforça a imagem de truculência de Bolsonaro – algo que ele tenta alterar para enfrentar o segundo turno.

Compartilhe: