CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Bolsonaro recorre ao STF para evitar prisão de ministro da Educação em depoimento

Habeas corpus tenta impedir depoimento Abraham Weintraub no inquérito do STF sobre fake news

Por: Redação

O ministro da Justiça, André Mendonça, entrou com um habeas corpus no STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar evitar a prisão do ministro da Educação, Abraham Weintraub, em depoimento sobre o inquérito que apura fake news contra membros da Corte brasileira.

Crédito: Marcelo Camargo/Agência BrasilHabeas corpus tenta impedir depoimento Abraham Weintraub no inquérito do STF sobre fake news

Segundo o ministro da Justiça, a medida visa garantir a “liberdade de expressão dos cidadãos” e “independência, harmonia e respeito entre os poderes”. A anúncio foi nesta madrugada em uma rede social.

“Ingressei c/ HC perante o @STF_oficial em razão do Inq 4781. A medida visa garantir liberdade de expressão dos cidadãos. De modo mais específico do Min @AbrahamWeint e demais pessoas submetidas ao Inquérito. Tbm visa preservar a independência, harmonia e respeito entre os poderes”, escreveu Mendonça.

O habeas corpus pede a suspensão da decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes, que determinou o depoimento de Weintraub em cinco dias.

Abraham Weintraub foi convocado a se explicar por ter afirmado durante a reunião ministerial de 22 de abril que deveriam se colocar “vagabundos na cadeia” e “começando pelo STF”.

De acordo com o jornal O Globo, o ministro da Justiça pede que caso não seja aceito o trancamento do inquérito ou a suspensão do depoimento, que seja concedido a Weintraub o status de investigado, o que lhe permitiria não comparecer ao depoimento ou ficar em silêncio, além de ser ouvido apenas ao final das investigações.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.