Bombeiros confirmam cerca de 200 desaparecidos em Brumadinho (MG)

Números parciais divulgados pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais apontam para 4 feridos e 200 desaparecidos após rompimento da barragem

Por: Redação

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerias (CBM-MG) informou que ao menos 200 pessoas estão desaparecidas, após o rompimento de uma barragem de rejeitos, em Brumadinho (MG), nesta sexta-feira, 25. Até o momento, quatro pessoas feridas foram levadas para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Ainda não há mortes confirmadas.

Os bombeiros também montaram um Sistema de Comando de Operações, no Centro Social do Córrego do Feijão (Rua um, próximo ao campo de futebol e à igreja católica), onde estão representantes de diversos órgãos de segurança pública. Há ainda um posto de arrecadação de alimentos, na Faculdade Asa de Brumadinho.

Imagem compartilhada no Twitter compara território atingido pela lama, em Brumadinho (MG)

Empresa admite possibilidade de vítimas 

Em nova nota divulgada nesta tarde, a mineradora Vale do Rio Doce admitiu a possibilidade de vítimas no episódio. “Havia empregados na área administrativa, que foi atingida pelos rejeitos, indicando a possibilidade, ainda não confirmada, de vítimas”.

Até o momento, nenhum órgão público confirmou mortes no local.  Segundo o comunicado da mineradora, parte da comunidade da Vila Ferteco também foi atingida. O grupo não explicou ainda as causas do acidente. A nota confirmou que o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil seguem no local realizando o resgate das pessoas.  Mais cedo, a Vale havia divulgado outra nota.

Mais cedo, a Vale havia divulgado outra nota. “As primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local. A Vale acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens”, informou a empresa. Com informações do Uol. 

Compartilhe: