Campanha denuncia casos de violência em abordagens policiais

Nas redes sociais, pessoas de todo o Brasil relataram abusos de poder por parte das autoridades

Por: Redação | Comunicar erro

A Revista Raça lançou uma campanha para denunciar casos de violência e racismo nas abordagens policiais. Nas redes sociais, pessoas de diversas cidades brasileiras relataram a primeira vez que sofreram abusos por parte das autoridades.

O projeto teve início no dia 16 de maio e, desde então, o número de denúncias com a hashtag #MeuPrimeiroAbusoPolicial só cresceu. Foram publicados relatos das cidades de São Paulo (SP), Rio Grande (RS), Salvador (BA), Governador Valadares (MG), Rio de Janeiro e Barra Mansa (RJ), entre outras.

Pessoas de todo o país relataram situação de abuso por parte dos policiais

O objetivo da campanha é debater a violência policial contra negros, principalmente jovens e do gênero masculino. A maior parte dos depoimentos foram publicadas no Facebook, mas também há compartilhamentos no Twitter.

A ação foi criada mais de um ano depois da grande adesão às hashtags #MeuPrimeiroAssédio e #MeuAmigoSecreto, que traziam situações de abuso sexual e machismo.

Veja alguns relatos abaixo:

#meuprimeiroabusopolicial foi quando tinha uns 19 para 20. Na verdade foi já com 20, pois era meu aniversário na data:…

Posted by Tulio Augusto Custódio on Tuesday, May 30, 2017

https://www.facebook.com/Vitori4/posts/1196057730506191?match=I21ldXByaW1laXJvYWJ1c29wb2xpY2lhbA%3D%3D

https://www.facebook.com/somosherdeirasdefrida/posts/1055836264553802?match=I21ldXByaW1laXJvYWJ1c29wb2xpY2lhbA%3D%3D

#meuprimeiroabusopolicial foi aos 13 anos de idade. Fui denunciar abuso sexual, quando a viatura chegou, de um dos…

Posted by Stella Torquato on Saturday, June 3, 2017

#meuprimeiroabusopolicial foi assim, estava em um ponto de ônibus lotado na frente de um grande shopping de São Paulo,…

Posted by Edilson Matteus on Tuesday, May 30, 2017

#MeuPrimeiroAbusoPolicial foi na zona sul de SP, um policial passando para acudir uma mulher que estava para ser morta…

Posted by Wesley Silvestre Rosa on Tuesday, May 30, 2017

#meuprimeiroabusopolicial eu estava voltando à pé de uma festa, tinha entre 17 e 18 anos, era domingo por volta das…

Posted by Rangel Egidio on Tuesday, May 30, 2017

  • Leia mais:
1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …