Campanha mobiliza médicos em combate à poluição nas cidades

A poluição do ar atmosférico é responsável por uma em cada nove mortes no mundo

Por: Redação

Em todo o mundo, 92% das pessoas vivem em locais que não atendem às diretrizes da Organização Mundial da Saúide (OMS) para a qualidade do ar. Além disso, a poluição é responsável por uma em cada nove mortes no planeta.

Foi pensando nesse problema que surgiu a campanha Cidades sem Máscara (Unmask my City), criada por médicos e profissionais de saúde de 10 cidades em quatro continentes pelo mundo com o objetivo de combater a poluição do ar.

Índia
Crédito: Greg McNevinÍndia

A iniciativa mobilizou, pela primeira vez em nível global, o setor de saúde pelo cumprimento dos padrões da OMS para qualidade do ar até 2030, estimulando as cidades a adotarem medidas efetivas para a redução da poluição. Essas medidas também contribuem para o combate ao aquecimento global.

O projeto é resultado de uma parceria entre a Global Climate and Health Alliance (GCHA), Health Care Without Harm, Health and Environment Alliance, US Climate and Health Alliance e UK Health Alliance for Climate Change.

As cidades representadas pelas organizações parceiras incluem: São Paulo (Brasil); Chennai (Índia); Varsóvia (Polônia); Belgrado (Sérvia); Emalahleni (África do Sul); Adana, Hatay e Istambul (Turquia); Londres (Reino Unido); e Salt Lake City, em Utah (Estados Unidos).

São Paulo (Brasil)
São Paulo (Brasil)Jon Spaull
Polônia
PolôniaGreg McNevin
Polônia
PolôniaGreg McNevin
Turquia
TurquiaGreg McNevin
Índia
ÍndiaGreg McNevin

Para Jeni Miller, Diretora Executiva da Global Climate and Health Alliance, “os profissionais de saúde reconhecem a ameaça que a poluição do ar representa para seus pacientes e sentem a responsabilidade de falar sobre isso”.

“A poluição do ar urbano está se intensificando em muitos lugares, e seu efeito sobre a saúde humana e sobre a mudança do clima global é também pior do que se sabia anteriormente. Ao transformar os sistemas de transporte e energia em nossas cidades, podemos ajudar a alcançar um clima seguro e melhorar a saúde pública, construir economias mais fortes e melhorar a qualidade de vida de maneira que todos se beneficiem”, afirma Miller.

  • Leia mais:
1
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
2
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
3
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
4
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
5
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …
6
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …
7
Qual o impacto do feminismo na periferia ? Luana Hansen dá a letra
Dj, MC e produtora musical, Luana Hansen fez e faz história no movimento hip hop há, pelo menos, duas décadas. …
8
Brumadinho: relatos lembram a maior tragédia socioambiental do Brasil
Há um ano, a cidade de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte (MG) viveria um pesadelo difícil de ser esquecido.Era …