Carlos Bolsonaro se defende após atacar democracia: ‘Canalhas’

A postagem inicial de Carlos Bolsonaro recebeu uma série de críticas

Por: Redação

Carlos Bolsonaro se justifica após atacar democracia mas chama jornalistas de ‘canalhas’, em novo post, no seu Twitter, nesta terça-feira, 10. O vereador do PSL no Rio de Janeiro criou polêmica, na noite de ontem, 9,  após postar uma declaração na qual afirmava que a transformação que o Brasil quer não será rápida “por vias democráticas”.

carlos bolsonaro
Crédito: Reprodução/TVGloboCarlos Bolsonaro se defende após atacar democracia: ‘Canalhas’

No post desta segunda-feira, Calos Bolsonaro afirmou que sua expressão quis dizer “por vias democráticas as coisas não mudam rapidamente”. E completou dizendo que isso “É um fato. Uma justificativa aos que cobram mudanças urgentes”. Logo em seguida, disse que os jornalistas espalham que ele defende a ditadura e os chamou de “Canalhas!”.

A postagem inicial de Carlos Bolsonaro recebeu uma série de críticas. Falaram a respeito o presidente interino, Hamilton Mourão (PRTB), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e o governador paulista, João Doria (PSDB).

Mourão exaltou a democracia , que chamou de “fundamental”. Questionado sobre os comentários do vereador, Mourão disse que “é problema dele”.

“Fundamental. São pilares da civilização ocidental. Vou repetir para vocês. Pacto de gerações, democracia, capitalismo e sociedade civil forte. Sem isso, a civilização ocidental não existe”, sobre a declaração do filho de Bolsonaro, ele disse: “Carlos Bolsonaro, vocês perguntem para ele. Isso é problema dele, pergunta para ele.

Já o presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM-AP), disse “desprezar” falas sobre possíveis enfraquecimentos da democracia. “O Senado, o Parlamento brasileiro e as instituições estão fortalecidas. As instituições estão pujantes, trabalhando a favor do Brasil. Então, uma manifestação ou outra em relação a esse enfraquecimento, tem, da minha parte, o meu desprezo”, afirmou.

Rodrigo Maia  disse que não cabe num país democrático a declaração de Carlos Bolsonaro. “Eu preferia nem comentar esse assunto, porque é uma declaração que não cabe num país democrático”, disse Maia a jornalistas ao chegar à Câmara.

“Sem entrar na polêmica, eu penso o oposto. Só com a democracia é que nós podemos ter um país soberano, livre e capaz de produzir políticas sociais e políticas econômicas. É só com a democracia, não há nenhum outro caminho possível para o país. E eu estarei ao lado dos democratas”, afirmou Doria.

“Esse rapaz é um percevejo desses que infestam a vida política brasileira e não mereceria qualquer tipo de reflexão. O problema é que ele é um filhote do Bolsonaro, e ele só pode merecer alguma reflexão na proporção em que isso representar um pensar do Bolsonaro”, disse Ciro Gomes.

“É preciso que todos nós cobremos do Bolsonaro uma declaração explícita, clara, se esse menino está falando mais uma bobagem, mal-amado que é, percevejo da vida brasileira”, completou Ciro, que concorreu contra o atual presidente nas eleições de 2018.

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, afirmou que “não há como aceitar uma família de ditadores”. “É hora dos democratas do Brasil darem um basta. Chega”, disse Santa Cruz à Folha de S.Paulo na noite desta segunda-feira.

1
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
2
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
3
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
4
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
5
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …
6
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …
7
Qual o impacto do feminismo na periferia ? Luana Hansen dá a letra
Dj, MC e produtora musical, Luana Hansen fez e faz história no movimento hip hop há, pelo menos, duas décadas. …
8
Brumadinho: relatos lembram a maior tragédia socioambiental do Brasil
Há um ano, a cidade de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte (MG) viveria um pesadelo difícil de ser esquecido.Era …