Casal que fez saudação nazista e ameaçou negros é preso na Califórnia

Mesmo acusados de vandalismo e discurso de ódio, Gregory e Rachel Howell foram soltos após pagar fiança

Por: Redação

O casal Gregory e Rachel Howell, ambos de 29 anos, foi preso na última sexta-feira, 31, por ameaçar um casal de negros com saudação racista e nazista. O ato ocorreu na cidade de Torrance, na Califórnia (EUA), na noite do dia 23 de julho.

Itzel Lopez e seu namorado, que são negros, estavam com o carro parado no semáforo quando Gregory e Rachel saíram da caminhonete. Eles se dirigiram a Itzel com xingamentos a agressões.

nazista
Crédito: Reprodução/InstagramCasal grita “poder branco”, faz saudação nazista e ameaça negros na Califórnia

Enquanto Gregory gritava palavras de poder branco e fazia a saudação nazista, Rachel mostrava o dedo do meio e afirmava que “apenas vidas brancas importam”.

Itzel relata ainda que Gregory pegou uma pá e atacou seu carro, danificando a lataria.

“Nunca na minha vida eu pensei que iria experimentar isso. É realmente muito assustador”, contou Itzel Lopez à rede de TV KTLA.

Crédito: Divulgação/Departamento de Polícia de TorranceO casal Mugshots de Gregory e Rachel Howell, preso por ofensas racistas e fazer saudação nazista na Califórnia

O casal agredido prestou queixas no dia seguinte ao Departamento de Polícia de Torrance. Segundo os registros do xerife de Los Angeles, os dois acusados foram presos no dia 31, mas liberados no mesmo dia, após pagarem fiança.

Os casos de racismo têm ganhando destaque nos últimos meses após a morte de George Floyd, asfixiado por um policial branco, em Mineápolis, em maio. A morte dele gerou comoção e protestos em várias partes do mundo.

Racismo: saiba como denunciar

Racismo é crime previsto pela Lei 7.716/89 e deve sempre ser denunciado, mas muitas vezes não sabemos o que fazer diante de uma situação como essa, nem como denunciar, e o caso acaba passando batido.

Para começar, é preciso entender que a legislação define como crime a discriminação pela raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, prevendo punição de 1 a 5 anos de prisão e multa aos infratores.

A denúncia pode ser feita tanto pela internet, quanto em delegacias comuns e nas que prestam serviços direcionados a crimes raciais, como as Delegacias de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), que funcionam em São Paulo e no Rio de Janeiro.

No Brasil, há uma diferença quando o racismo é direcionado a uma pessoa e quando é contra um grupo. Saiba mais como denunciar e o que fazer em caso de racismo e preconceito neste link.

Compartilhe: