Caso Flordelis: Bomba é jogada em casa de testemunha do assassinato

Mais um capítulo do caso que chocou o Brasil

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Mais uma bomba no caso Flordelis. Só que, desta vez, uma bomba literal. Uma testemunha da investigação da morte do pastor Anderson de Carmo denunciou à polícia que uma bomba caseira foi jogada em sua casa na madrugada desta sexta-feira, 4. A delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) investiga o caso.

Segundo a Polícia Civil e o Ministério Público, a deputada Federal Flordelis, esposa do pastor, é investigada como mandante do assassinato. Flordelis foi denunciada pelo crime, mas não foi presa por possuir imunidade parlamentar. A polícia só pode cumprir um mandado de prisão em caso de perda de mandato parlamentar.

flordelis
Crédito: Michel Jesus / Câmara dos DeputadosCaso Flordelis: bomba é jogada em casa de testemunha

Saiba tudo o que já aconteceu

O assassinato do marido da deputada federal Flordelis, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, se tornou uma grande polêmica nacional no final de agosto após o Ministério Publico do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciar a parlamentar evangélica, eleita em 2018 ao surfar na onda do bolsonarismo, como mandante do crime.

A acusação contra Flordelis tem vários desdobramentos. Para ajudar você leitor a compreender o que está acontecendo, nós preparamos este conteúdo. Nele contamos de forma cronológica tudo sobre o caso que se tornou de conhecimento público até agora.

Veja tudo aqui.

Compartilhe: